[ editar artigo]

A Redes Sociais e a Nossa Pegada Digital

A Redes Sociais e a Nossa Pegada Digital

 

“Ao terminar um dia de atividades, é possível que tenhamos escrito nossa história e deixamos a pegada digital. Foram horas interagindo, atuando, comprando, comunicando, buscando por informações, nos expondo e divertindo e tudo isso foi registrado e identificado: geográfica, demográfica, psicográfica e comportamentalmente, em apenas 24 horas”. (SANTOS.L.M)

Socializar hoje nunca foi tão complexo.

No inicio um simples oi, olá ou alô já era suficiente para começar... Não havia tanta “interferência e ingerência” como nos dias de hoje.

Do momento em que se acorda ao momento que se vai dormir, relacionamos e somos relacionados com algo ou alguém. E estes relacionamentos têm sido cada vez mais socializados nas redes, seja por necessidade ou por dependência, é preciso estar lá.

O poder dessa necessidade levou a explosão das redes sociais por meio de ferramentas digitais, com suas conexões online e instantâneas, que ao mesmo tempo em que você se apresenta, você tem uma resposta de imediato.

Mas o que está por trás de tanta sociabilidade nas redes sociais?

Que por um lado alegra mas também entristece.

Os efeitos do “social virtual” gerado pela instantaneidade, pela percepção de liberdade de expressar e a sensação de no virtual há uma “falsa impunidade”  gera a grande complexidade do relacionamento online.  Exemplo disso é que assuntos e questões que são discutidas no online, não seriam as mesmas se fosse cara a cara.

A culpa pelo distanciamento cada vez maior da sociabilização online - fato que tem gerado para muitos a fuga dessas ferramentas -  é de grande parte das próprias redes.  Cada uma com sua característica específica e com públicos específicos, mas todas contextualizando o “lado bom e bonito” é difícil ver o lado negativo nestas redes, não há espaço para tal, mesmo porque se postar, estará colocando sua reputação em risco. Ninguém quer ser massacrado em uma rede de socialização.

Cada ferramenta  com suas particularidade, leva suas regras e códigos, de etiqueta social,  basta um desarranjo no design (imagem, foto, texto, vídeos, currículos, etc.) para se questionar a escolha de tal. Tudo parece ter sido desenhado para ser perfeito, as redes de socialização não permitem imperfeições.

E o que era para ser uma grande rede de sociabilidade deveria antes de responder de imediato entender primeiro as razões e os fatos que levaram a tal atitude. Muitos usuários ainda não entenderam a verdadeira razão da sociabilidade, mas tenham certeza de que os administradores sabem muito bem o que querem e tambám já dominam a arte de como conquistar o seu dia a dia.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você