[ editar artigo]

Comunidade Digital para mulheres boardgamers

Comunidade Digital para mulheres boardgamers

Como grande entusiasta de jogos de tabuleiro e profissional de Comunicação que está se aprofundando mais em conteúdos sobre Marketing na Era Digital, quero trazer uma proposta de Comunidade Digital que pode agregar, e muito, às mulheres boardgamers.

Recentemente, cinco moças criaram a Liga das Mulheres Tabuleiristas, uma organização autônoma que tem como objetivo unir mulheres interessadas em jogos de tabuleiro, assim como divulgar iniciativas produzidas e lideradas por elas, novidades sobre o mundo dos boardgames etc.

Agora no mês de outubro a Liga lançou uma nova newsletter, a qual traz conteúdo produzido por colaboradoras de fora da organização. Eu fui uma delas e escrevi uma coluna sobre minha experiência com os jogos de tabuleiro. Depois de ver o conteúdo publicado, pensei que as responsáveis pela Liga poderiam fazer algo a mais pelo nicho. E a aula de Luciano Kalil, sobre Comunidades Digitais, me deu uma luz. 💡

Que tal se a Liga de Mulheres Tabuleiristas disponibilizasse uma Comunidade Digital para que mulheres de todo o Brasil, e quiçá do mundo, se conectem de maneira mais fluida e possam produzir conteúdo colaborativo com constância, num ambiente coletivo (com moderação, claro), e que possibilite um acesso maior ainda às produtoras de conteúdo? A proposta é que qualquer pessoa possa escrever sobre o assunto (desde que tenha coerência com o tema, obviamente).

Acredito que esta ideia seja bem possível de ser implementada e que as mulheres jogadoras e criadoras de boardgames poderiam se conhecer ainda mais, trocar ideias e fortalecer o universo feminino no mundo dos jogos de tabuleiro.

Marketing na Era Digital
Monique Garcez
Monique Garcez Seguir

Jornalista, social media, negra, feminista, nordestina, e colaboradora do @pocaolh0, @bgdasminas e @doesentimentos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você