[ editar artigo]

Data-driven aplicado no Marketing

Data-driven aplicado no Marketing

Muito aprendi que tínhamos que argumentar com fatos e dados, ouvia em reuniões sobre "Contra fatos, não há argumentos".

Até que o data-drive ganhou a atenção com um nome mais imponente, algo que já existia, mas agora claro muito devido ao avanço da transformação digital nas empresas ganhou ainda mais força;

Vamos pensar como o data-drive está sendo usado como estratégia para tomada de decisão, utilizando todos dados que coletamos há tanto tempo.

Essa foi a grande mudança e virada de chave sobre as transformações no marketing digital. Pois o data-drive em marketing faz uso de análise computacionais, já filtrados na jornada do cliente e muitos já automatizados. Estamos falando aqui sobre Analitycs e negócios inteligentes e automáticos, KPIs, métricas, números e "fatos e dados" como mencionei acima. Com a utilização de outras ferramentas sincronizadas a qualidade de dados pode ser muito preciso (exemplo de ferramentas: google ads, social ads, CRM, plataformas de e-commerce etc)

Costumo dizer também, que os dados sem alguma pessoa analizando é complexo a tomada de decisão e o grande beneficio do data-drive é a assertividade da informação.

Podendo otimizar diversas ações/campanhas, baseadas em comportamentos repetidos coletados do usuário e personalizado. O marketing de conteúdo genérico acabou e a importante da inteligência humana por trás das máquinas/dados é o diferencial.

Os dados devem ser tratados com muita seriedade, aproveitando as tecnologias disponíveis, colaborando na otimização dos investimentos e melhorando os resultados.

Me conta, qual é o maior benefício para você?

 

 

 

 

TAGS

data drive

Marketing na Era Digital
Luara Venancio
Luara Venancio Seguir

Apaixonada por tendências, inovação e marketing, gosto de explorar novas habilidades profissionais e conectar ainda mais com outras pessoas!

Ler conteúdo completo
Indicados para você