[ editar artigo]

DECIFRA-ME OU DEVORO–TE !

DECIFRA-ME OU DEVORO–TE !

Essa frase é atribuída a um mito antigo contado há muitos e muitos anos, onde uma esfinge de Tebas estava sempre ávida aos viajantes que passavam naquela cidade, aos quais abordava com o seguinte enigma:  “Qual o animal que de manhã tem quatro patas, ao entardecer tem duas e ao anoitecer tem três patas? ” Caso não fosse respondido corretamente pelo viajante, aquele era devorado pela esfinge. A resposta era, o “homem”.

O que esse mito tem a ver com ambiente de marketing? Tudo! Pensem comigo; o ambiente de marketing é um dos principais componentes para se fazer uma boa estratégia de inserção ou permanência de um negócio ou produto. O que se fabrica ou vende, é impactado e impacta tudo ao seu redor. Sem conhecer esses componentes do marketing é como tentar decifrar o enigma da esfinge.

O ambiente de marketing é como os alicerces de uma casa, que se não for planejado, pode não suportar o peso das estruturas que vêm por cima. Sendo mais clara, o ambiente de marketing bem avaliado e orientado por um planejamento, pode garantir a perpetuidade dos negócios e produtos que ali estão inseridos.

Quando falamos do ambiente de marketing é necessário lembrar que estamos tratando de duas abordagens: o ambiente interno ao negócio que vai desde departamentos, colaboradores, fornecedores, clientes, concorrentes e intermediários. Ou seja, é o ambiente que pode ser controlado. Pode ser alterado, modificado para que se encaixe na estratégia do negócio.

Mas, do outro lado, temos o ambiente externo, que é tudo que pode afetar o produto ou negócio, mas que não temos controle. Nesse ambiente constam, as forças políticas, econômicas, demográficas, tecnológicas, culturais e naturais. Por mais que se queira, não a modificamos.

Por isso, é tão importante saber claramente quem são seus clientes, seu mercado. Identificar e classificar os famosos 4 P’s do marketing ( produto = o que vou oferecer ;  preço,= quanto vai custar  praça = onde vou ofertar  e = promoção = como o cliente irá conhecer). Mas, é necessário além e também ir além, entender as interferências do micro e macroambiente sobre o seu produto ou negócio. Como potencializar o que me ajuda e o que tenho que minimizar ou excluir que não são importantes ou vantajosos. Com isso definido e planejado, a esfinge não será capaz de devorar-te. Pelo contrário, qualquer esfinge será uma peça decorativa na parede da sua empresa.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você