[ editar artigo]

Display – Old but Gold

Display – Old but Gold

Edição do Global Digital Report 2021 aponta que os internautas do mundo passam praticamente 7 horas por dia conectados na internet e, segundo estudos do Google, 96% desse tempo é gasto em Apps, Youtube, E-mail e Redes Socais, ou seja, navegando. O tempo investido no ambiente online chama atenção e, mesmo num mundo VUCA onde vemos uma jornada fragmentada e não linear, pequenas interações dia a dia das marcas com seu consumidor, no decorrer do período, ajudam a moldar as decisões de compra dessas pessoas.

“Em um momento em que as pessoas sempre estão descobrindo novos produtos e serviços, o display tem o papel de expandir o alcance da marca e apresentá-la para consumidores potenciais, em vários momentos”. O display é uma forma de exibição de anúncio para o público-alvo, através de banners, vídeos ou rich media. É o formato mais antigo e tradicional de mídia na internet, e com os avanços da tecnologia, continua sendo uma das estratégias mais eficientes para impactar o público certo, no momento certo.

Os formatos podem ser utilizados em campanhas de topo de funil, meio de funil ou fundo de funil, logicamente com o criativo e o Call to Action adequados para cada estágio do funil de vendas, considerando dados comportamentais, preferências e hábitos de navegação para garantir assertividade e passar a mensagem para o público certo, otimizando, inclusive, o retorno do investimento das marcas e convertendo o cliente a seguir para o próximo estágio.

Algumas discussões por vezes ainda são levantadas acerca do formato e questionando a sua efetividade. Questões como viewability, black list, intrusão, etc. O fato é que o display ainda é o formato que concentra grande parte do investimento direcionado para o digital e formas de aprimorar a sua entrega estão sempre surgindo por aí. Não deve ser à toa!

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você