[ editar artigo]

Instagram x Comportamento Humano: Quem dita as regras?

Instagram x Comportamento Humano: Quem dita as regras?

O Instagram é provavelmente uma das mídias atuais em que mais voláteis que temos, isso por que ao longo dos seus quase 10 anos de idade, a plataforma vem sendo mudada constantemente para a melhor acessibilidade de seus usuários. Mas é interessante fazermos uma reflexão sobre suas principais atualizações, tendo em vista que as pessoas impactam diretamente na forma que seus usuários se comportam no ambiente digital. Não podemos negar que ao decorrer dos anos, a plataforma proporcionou uma série de movimentos e culturas comportamentais em massa, glorificando personalidades até então anônimas, estabelecendo uma espécie de democratização de imagens, deixando suas comunidades e grupos com mais presença e acessibilidade dentro da plataforma. 

 

A terceira rede social mais utilizada no Brasil, tem colocado a postura de seus usuários cada vez mais em evidência, segmentando cada vez mais o que lhe é entregue, de modo que os próprios passam a ser autoridade de sua rede, foi através desse instituto que nasceu o temido "algoritmo”, um sistema inteligente que filtra os conteúdos da plataforma de acordo com os interesses de seu usuário, analisando seu comportamento constantemente, sendo você o responsável pelo que consome.

 

Com a vinda dessa atualização, foi preciso readaptar estratégias, mudar linguagens, adotar posturas e segmentar conteúdos, tendo como principal objetivo personalizar nossa comunicação e atingir o público alvo, sendo um grande desafio, pois dentro da plataforma cada grupo possui diversas ramificações e peculiaridades específicas.

 

Hoje a ferramenta do momento, abraçada pelo público da plataforma é o famoso “Reels”, que nada mais é uma recurso audiovisual oferecida pelo próprio Instagram, que possibilita que os usuários produzam conteúdos dinâmicos e temáticos, uma alternativa que vem cada vez mais auxiliando o Marketing Digital, pois as público está cada vez mais apto a consumir conteúdos rápidos e visuais, possibilitando uma captura de atenção maior, uma forma de fidelizar cada vez mais seu público dentro de sua comunicação.

 

Uma das lições que mais podemos extrair da propósito das últimas atualizações que o Instagram vem oferecendo, é que não importa a tecnologia, não importa a ferramenta, o usuário sempre irá priorizar a relação e a conexão humana, as marcas vêm adotando cada vez mais esse comportamento e passando por uma humanização, estabelecendo uma aproximação com seu público.

 

TAGS

instagram

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você