[ editar artigo]

Mensagem X Abordagem: mkt OnLife

Mensagem X Abordagem: mkt OnLife

Agora não tem mais volta, você é um ser híbrido!

Não tem hora, não tem lugar, precisamos conversar. Aqui temos o elemento de maior influência: planejamento.

Um planejamento, estruturando detalhes do comportamento do seu consumidor e estendendo aos seus clientes e possíveis prospects, é fundamental.

Em uma conversa no início de um contrato com um cliente, falei com ele da necessidade de entender a fundo o consumidor (Buyer personas) e o cliente (persona). Ele me respondeu: "- Não precisamos falar sobre isso. Vendo carros. Quero anunciar nas redes sociais e pronto!" Nessa hora, eu perguntei: e para quem vamos exibir esse anúncio? A resposta você já deve imaginar: "-Todo mundo! Quero o máximo possível de gente." Ri - de nervoso é claro - questionei: e quanto teremos de verba para investir? "- Nervoso, respondeu: você é a especialista? O quanto indica?"

Infelizmente esse ritmo de conversa com um cliente é muito comum. Nessa hora, confesso que a vontade era recuar, desejar sucesso e dizer que não seria um cliente de interesse para minha empresa. Mas aí me veio um exemplo na cabeça e decidir mudar o caminho: "- Você tem filha ou é casado?" Ele me olhou sem paciência e disse:" sou casado e tenho filha. Respondi: "- Já precisou comprar absorvente intimo para elas?" Pensativo respondeu: "- Já. Eu quem vou ao mercado." Feliz da vida com esse cenário respondi: "- provavelmente você comprou conforme orientação e não fez o uso. Ou seja, não saberia me dizer sobre a experiência de uso: o conforto, qualidade, absorção, custo benefício. Mas é você quem compra. De alguma maneira a marca que você compra precisou entender a sua realidade: homem, em torno de 40 anos, casado ou com filha, responsável pela compra do mês, interesse em assuntos do universo feminino, etc. Entenda uma coisa: isso é só um dos diversos perfis: temos a adolescente que compra, ou a mãe, a avó, o namorado, o irmão, e cada um segue um raciocínio e gera para marca uma demanda de venda. E quanto mais refinada a linguagem correspondente ao perfil, mais eficiente será o retorno."

Fiz questão de detalhar esse caso por já ter ouvido de pessoas na área da comunicação dizendo ser dispensável esse princípio basilar: planejamento detalhado do cenário, público e abordagens. Já atendi colegas da área desesperados por terem desenhado uma campanha gigante e não ter retorno. E quando sentamos para analisar o diagnóstico foi o basilar: não sabia com quem falava. É similar a falar alemão com alguém que não sabe nada sobre a língua.

O Mkt OnLife, apoiado no 360°, vai muito além de homem e mulher 50+. Falamos da mulher, que vai ao shopping, assiste vídeo de cachorrinho e exibe um celular de última geração. Falamos do homem, que joga RPG no celular e assiste vídeos esportivos. Falamos de milhares de personagens com hábitos e gostos diferentes mas que se encontram ao comprar o seu produto. Perceba a tamanha complexidade de dados a serem analisados e convergidos em informações.

Mágico e assustador. Precisão vinculada com a profundidade de conhecimento do negócio. A mensagem precisa estar completamente coordenada com a abordagem e o meio.

A conclusão é... jamais existirá conclusão. São infinitas as possibilidades de humanos, finitas de plataformas mas em uma proliferação intensa e aqui está você se apegando a uma teoria do século passado: O PDCA: Observa a situação atual, Planeja, Executa, Corrige, Age e repete. Verdadeira alquimia de dados. Bem vindo ao universo da comunicação [Humana].

Marketing na Era Digital
Desirée Castro
Desirée Castro Seguir

Publicitária, apaixonada pelo universo do marketing, humanos, músicas e series! Sou Brasiliense, atuo no ramo automotivo e venho nos últimos anos me especializando no universo digital aplicado ao ramo automotivo! Vamos crescer juntos Insiders! 😎✌🚘

Ler conteúdo completo
Indicados para você