[ editar artigo]

Minha experiência com H2H

Minha experiência com H2H

Marketing H2H (human to human) é algo que vem sendo discutido e até implementado por muitas empresas. Gostaria, com esse texto, contar minha experiência com essa nova forma de fazer marketing.

Analisando o conceito do nosso querido, Kotler, temos: “o marketing sendo uma atividade humana, dirigida para a satisfação das necessidades e desejos, ...” ou seja, humanos realizando atividades de trocas com outros humanos com o mesmo intuito, para ambos, satisfação de necessidades de ambas as necessidades.

Vejo o H2H como a melhor forma de alcançarmos esses objetivos. Na busca de automatizar nossos processos, as vezes perdemos a essência que realmente importa para nosso ambiente corporativo, a criatividade, a flexibilidade e a empatia. Os clientes não são iguais e as empresas também não, cada um tem sua cara, sua forma de trabalhar, suas necessidades e devemos levar em consideração quando estamos negociando (fazendo trocas).

Hoje, na empresa que atuo, temos flexibilização em todos os processos, nada engessado, conversamos e criamos as melhores estratégias para aquele cliente, aquele momento. O H2H não é um simples ato de mandar um bilhetinho personalizado, temos que estar ao lado do cliente nós momentos difíceis, pois são nesses momentos que nós fazemos importantes. Vejo essa forma de trabalhar como a melhor forma de fidelizar, e temos conseguidos bons resultados.

Contando com os avanços tecnológicos, nada melhor do que aliar isso, a base da nossa essência no marketing, seguindo os conselhos dados pelo Kotler há tantos anos atrás.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você