[ editar artigo]

O mundo VUCA, os profissionais de marketing e as empresas

O mundo VUCA, os profissionais de marketing e as empresas

O mundo mudou! Antigamente, uma tecnologia durava, mais ou menos, o tempo de vida de um ser humano. Hoje, ela muda rapidamente em períodos curtíssimos. Uma única pessoa precisa se adaptar a toda nova tecnologia que chega.

Pensando nisso, nessa adaptação necessária de cada um de nós, é preciso pensar: se as tecnologias mudam e com elas, mudamos o nosso comportamento, por que o marketing continuaria o mesmo?

VUCA e o mundo

O mundo se encontra mais volátil, incerto, complexo e ambíguo. Se ele está assim, tudo o que vive nele também se encontra no mesmo processo. Isso significa que todas as empresas precisam lidar com essas quatro características o tempo inteiro.

Essas características são conhecidas como VUCA (volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade). E para que o marketing de uma empresa possa ter efeito, tanto o profissional quanto a empresa precisam olhar para cada uma delas com muito carinho.

O que isso significa para o profissional de marketing?

A volatilidade obriga os profissionais da área estarem sempre atentos na próxima tendência e pensando em como o produto com o qual trabalha pode ser ressignificado com o que está por vir.  Enquanto a incerteza, faz com que esses mesmos profissionais trabalhem em planejamentos de curto prazo e para diferentes cenários para estar preparado para a próxima mudança.

A complexidade é o que torna tudo mais difícil e que faz os profissionais quebrarem a cabeça dentro das estratégias. Essa característica é muito bem representada pela série “The Good Place”, onde seus personagens traçam diversas estratégias para construir um lugar melhor. Nesse cenário, eles fazem diversos testes cheios de erros e acertos para conseguirem chegar na melhor estrutura/arquitetura para o paraíso.

A complexidade das relações, da tecnologia, da mudança de comportamento, da conexão entre pessoas e tecnologia, faz com que muitos caminhos se cruzem trazendo milhares de possibilidades. E para estar preparados para elas, é preciso prevê-las. E é por isso que existe o mapa de processos, para não pegar o profissional e a empresa desprevenidos.

Já a ambiguidade é um resultado da soma das características anteriores. Isso significa que não existem respostas corretas e fórmulas prontas. A vida de um profissional de marketing é testes em cima de testes e análises dos resultados para então, mesclar todos os pontos positivos dos testes e criar uma estratégia que funcionará para o seu produto.

O que isso significa para as empresas?

Para que as empresas sobrevivam nesse ambiente de rápidas transformações, ela precisa estar preparada para o que vem a seguir, ou seja, ela precisa estar preparada para responder rapidamente a todas essas mudanças que acontecem no mundo e no seu segmento. E como se responde rapidamente a isso? Apostando em uma estrutura em rede ao invés de hierárquica. Os profissionais e colaborados precisam de autonomia para poderem gerar uma resposta rápida com o intuito da empresa prosperar e se readaptar as rápidas mudanças.

Outro ponto importante é: saber em quais projetos continuar apostando e quais dizer adeus. Não adianta insistir em um produto que não se encaixa mais no comportamento do público-alvo. De duas, uma:

- ou ele deverá ser transformado para continuar sendo útil;

- ou deverá ser deixado de lado para que a empresa consiga apostar suas fichas em outros produtos que se encaixem no que o consumidor precisa naquele novo momento.

Conclusão

Para que os profissionais e as empresas atravessem por esse “novo” mundo é preciso focar no seu propósito, na sua visão, ter agilidade para lidar com as mudanças e saber se comunicar com as equipes internas e com o consumidor.

O propósito é a base, a fundação. A visão auxilia a lidar com as incertezas reduzindo as dúvidas de qual caminho seguir. Já a agilidade ajuda o trabalho a fluir em meio a complexidade. E a comunicação... bom, ela é a responsável pelo alinhamento de uma empresa e suas equipes tanto quanto pelo alinhamento com o público-alvo e o que ele espera do produto.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você