[ editar artigo]

OS 4P´S DO MARKETING: quem são eles? Onde eles vivem? Porque não mostram a cara?

OS 4P´S DO MARKETING: quem são eles? Onde eles vivem? Porque não mostram a cara?

Quando entrei na faculdade de publicidade e propaganda, em 2010, tive contato com a disciplina de Marketing. Naquela época, as mídias tradicionais (jornais, revistas, rádio, TV) eram responsáveis pela grande fatia do bolo das verbas de publicidade.

Lembro claramente do professor mostrando o quanto a Casas Bahia, maior anunciante do Brasil naquele período, gastava com inserções em horários nobres. Me recordo também da explicação sobre como grandes empresas usam o Composto de Marketing para definir abertura de loja por região (praça), quais produtos devem constar dentro daquela loja, que ações de comunicação desejam fazer e a política de preço, tudo isso alinhado com o perfil do consumidor.  

Estas estratégias formam os 4P´s do Marketing. E você, já usou essa ferramenta na hora de desenvolver estratégias para o seu negócio?

Composto de marketing

O composto de marketing (também conhecido por marketing mix) é o conjunto de ferramentas adotada pelas empresas para perseguir seus objetivos no mercado alvo. Dentro desse conceito, Jerome McCarthy criou os 4P´s do marketing como forma de abrir caminhos para aproximação entre negócio e cliente.

Produto

O primeiro P é de Produto. É onde definimos as características da marca e embalagem, além do produto propriamente dito. Estes itens devem ter suas estratégias bem definidas. Dentro do plano de marketing devo levantar questões como, por exemplo: estou oferecendo o produto que meu cliente deseja? Minha embalagem faz sentido para o público que quero alcançar?

Além disso, os produtos podem ser classificados em não duráveis, duráveis e serviços. Cada um tem sua demanda, ou seja, seus hábitos de compra.

Preço

O Preço deve ser analisado com cuidado, afinal, uma política de preço errada pode gerar consequências irreversíveis para o negócio. A característica principal desse pilar é definir o valor justo atribuído a posse de um bem ou serviço.

Este P é o que vai gerar receita para a empresa, bem como determinará a participação de mercado e lucratividade, e está atrelado a percepção de qualidade por parte do consumidor. E o que define a percepção do consumidor? A resposta é um mistura de componentes como: aplicabilidade e necessidade do produto, relação custo benefício, capacidade de compra e status pelo uso do produto.

Praça

A Praça vai além do ponto comercial onde o produto será exposto. Nesse momento são definidas as estratégias e táticas de colocação do produto no mercado, ou seja, de que forma ele chegará ao ponto de venda, como será exposto ou disponibilizado ao consumidor.

Hoje em dia a internet se transformou no principal ponto de venda de vários empreendedores. Seja através de plataforma de redes sociais, seja por meio de site próprio. 

Para definir a praça ideal para o seu produto é importante considerar o mercado-alvo, características do produto, características da empresa (distribuição, estocagem) e estratégias de comercialização.

Promoção

A Promoção é o 4º P do composto de marketing. Sem características de comunicação, mesmo um produto bom, pode perecer em meio a diversidade de ofertas existentes no mercado. Hoje existem diversas plataformas de mídia que podem ser utilizadas, cada uma com sua estratégia bem alinhada.

A promoção é o conjunto de ferramentas adotadas para levar a conhecimento dos consumidores a existência e o posicionamento da oferta da sua empresa. Este pilar é composto por ferramentas como a propaganda, o marketing direto, promoções de vendas, relações públicas e publicidade, e venda pessoal.

É nesse momento que você vai buscar as pessoas que desejam ter seu produto e tem condições de pagar por ele. Aqui você também vai receber feedbacks que ajudarão sua empresa a alinhar as expectativas do seu produto com anseios dos clientes.


Agora que você conhece um pouco dos 4P´s do Marketing, é possível refletir se suas estratégias estão de acordo com os desejos do seu público, bem como analisar se o que foi feito até agora será suficiente para atender as próximas demandas.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você