[ editar artigo]

Plano de Marketing- O Melhor Guia para Tomada de Decisões

Plano de Marketing- O Melhor Guia para Tomada de Decisões

Um bom profissional de marketing sempre deve ter o plano de marketing como um instrumento eficiente de trabalho capaz de nortear o profissional para tomadas de decisões estratégicas, e táticas para o alcance dos objetivos e metas da empresa.

O plano de marketing funciona como um guia rico de informações, e análises, e pode ser feito para qualquer esforço de marketing da empresa, seja para o lançamento de um novo produto no mercado, ou a abertura de uma nova filial, ou mesmo, para definição de um novo modelo de negócio.

Importante mencionar que o plano de marketing eficiente deve contemplar:

  • No nível estratégico - a análise das situações e oportunidades de mercado.
  • No nível tático – as ações a serem tomadas.

A partir dessas informações, vale detalhar os capítulos que deverão compor o plano de marketing para que este se torne um documento completo e rico de informações, uma vez que servirá de guia para tomadas de decisões relevantes no negócio.

Um bom e completo plano de marketing deve conter:

1-Introdução: Na prática é a última parte a ser feita, pois trata-se de um resumo do plano que deve conter as principais informações, como: resumos da empresa / produto, dos principais objetivos, fatos e análises, e estratégias a serem implantadas.

 2-Análise do Ambiente: Sabemos que o ambiente muda o tempo todo, e neste caso esta análise contempla o ambiente externo, aquele               que não temos controle, mas que precisamos sempre acompanhar o impacto das variáveis sobre o nosso produto/serviço, como por exemplo: variáveis políticas, econômicas, sociais, culturais, demográficas, naturais e tecnológicas.

3-Análise do Mercado, Clientes e Concorrência: Neste item iremos analisar o microambiente, e entender tudo que está ao nosso redor, por exemplo, a análise das tendências de mercado, mencionando o número de vendas totais, por região, por segmentação. Analisar também quem é o seu cliente, qual o seu comportamento de compra, e entender quem são os principais concorrentes, qual a estratégia usada por eles, quais são os novos concorrentes que estão entrando no mercado. Todas essas informações devem ser mensuradas com base em dados.

4-Análise do nosso produto/serviço: Olhar para si mesmo, conhecer muito bem o seu produto. Entender o seu posicionamento, seus valores, características. Entender a estratégia atual dos 4p’s do marketing (produto, preço, praça e promoção), saber qual a imagem que o cliente tem do seu produto, da sua empresa. Entender dos custos, da lucratividade, e identificar como você pode melhorar.

5- Análise Swot – Identificação de Oportunidades e Riscos: Esta análise é extremamente rica e importante. Através dela você vai conseguir identificar quais as suas forças e fraquezas perante a concorrência, e poderá enxergar quais são as ameaças ás quais você deve ficar atento, e quais são as oportunidades que até então você não tinha visualizado, e que pode ser explorada.

6-Objetivos de Marketing: É nesta etapa que se define o que vai ser feito. Muito importante em um planejamento, determinar quais são os objetivos de marketing e incluir metas quantificáveis no tempo. Ex: Lançar um novo produto no mercado para alcançar um volume de vendas X no prazo de tempo Y.

7-Estratégias 4P’s: Como adequar os 4P; s (produto, preço, praça e promoção) para atender o objetivo de marketing da empresa definido em etapas anteriores, com o foco no público-alvo escolhido, considerando a análise swot feita.

8-Planos de Ação: Planos orientados as ações projetadas para alcançar os objetivos da empesa. Cada elemento da estratégia deve ser capaz de responder perguntas teoricamente simples, como: O que será feito? – Quando será feito? – Quem o fará? – Quanto custará? Quanto tempo levará?

9-Orçamentos e Cronogramas: É nesta etapa que é feita a alocação dos planos de ação física e financeira ao longo do tempo. Neste momento você pode perceber que a estratégia e as ações definidas acabaram gerando um custo maior do que você esperava, e do que você realmente tem disponível. Neste caso, é necessário voltar ao capítulo dos 4P’s e reformular a estratégia.

10-Avaliação e Controle: De nada adianta desenvolver e cumprir todas as etapas do plano, e no final não avaliar o que deu certo, e o que deu errado. Esta análise é muito importante. Todas as ações mencionadas no plano de marketing devem ser mensuradas por indicadores que permitam controle e avaliação, a fim de que possam ser feitos ajustes necessários.

Extenso, complexo, e completo, o plano de marketing deve ser feito sempre. Uma característica muito importante é que ele não pode ser feito, e depois esquecido na gaveta, como infelizmente muitas empresas fazem, muito pelo contrário, o plano de marketing assim que finalizado deve ser compartilhado com toda a equipe e ser colocado em prática, para que os objetivos de marketing sejam alcançados da melhor forma possível.

 

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

 

 

 

 

 

 

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você