[ editar artigo]

Plataformas de buscas, minha história.

Plataformas de buscas, minha história.

Quando trabalhei na primeira agência de publicidade em 2010+- (entenda que tem uma margem de erro aqui está), tive o primeiro contato com este tema.

Na época, a internet já era muito mais acessível e mesmo assim, não entendia nada do assunto. Lembro que logo os donos me explicaram o que era e que inclusive tinham este item como serviço no portifólio da agência.

Basicamente as plataformas de buscas são um site  encarregado de pesquisar arquivos armazenados em servidores da Internet. Os exemplos mais conhecidos são os responsáveis por buscas gerais, como Google e Bing, mas existem muitos outros no mercado.

Tecnicamente, para encontrar alguma informação, os buscadores recorrem à identificação da palavra chave usada pelo usuário durante sua pesquisa, como resultado, entregam uma lista de links que direcionam a sites que mencionam assuntos relacionados ao termo pesquisado.

Em marketing, buscamos conhecimento sobre as estratégias de SEO, por exemplo, para melhorar a qualidade das buscas, mas o conteúdo do site precisa ser qualificado e correto para quem está procurando aquilo. Isso garante as melhores práticas e parâmetros de qualidade que nos permitem aparecer nos primeiros resultados de busca.

E claro, quanto mais visto maior será a chance de ser lembrado, clicado, lido e até comprado. :)

TAGS

google

Marketing na Era Digital
Luara Venancio
Luara Venancio Seguir

Apaixonada por tendências, inovação e marketing, gosto de explorar novas habilidades profissionais e conectar ainda mais com outras pessoas!

Ler conteúdo completo
Indicados para você