[ editar artigo]

Treinar para quê? Medir pra quê? Se eu não sei o que fazer....

Treinar para quê? Medir pra quê? Se eu não sei o que fazer....

Parafraseando o jogador Romário, com sua famosa e muitas vezes negada frase – (Treinar para quê, se eu já sei o que fazer?) – que acabou virando um pagode com letra do comediante Tom Cavalcanti, vemos muito a situação abaixo:

“Medir pra quê, medir pra quê... se eu não sei o que fazer.”

Dados, dados, dados, vivemos esse momento de busca desesperada por informações e uma rápida aplicação que mude nossos resultados quase que em um passe de mágica. Um salto na Matrix mudando a realidade do jogo, e que jogo hein!?

Transformação digital, mudança de cultura, analitycs, taxa de conversão, retenção, funis de marketing e de vendas, growth marketing e por aí vamos. Dados, dados e mais dados – quanto de informação para mudar o negócio está sendo gerada e principalmente, utilizada!

Conjuntos de jargões e métricas que muitas vezes não estão alinhadas com os objetivos e estratégias das empresas – que tem como resultado a desorientação, o desuso puro e simples ou o pior – comprometer diretamente os objetivos da empresa.

O trabalho de estabelecimento dos KPIs é parte do processo do planejamento e deve ser fruto desse. Para criar esse caminho, é muito importante , considerar os passos da pirâmide do conhecimento, proposta por Edgar Dale e complementada por Willian Grasser, também conhecida como Hierarquia DIKW -  Data-Information-Knowledge-Wisdom em 1.969– essa estrutura deve ser seguida visando que os dados realmente se transformem em sabedoria para a organização.

A pressão do curto prazo pode levar a queimar etapas, tornando as eventuais informações em dados inúteis – medir o quê e para quê é o grande ponto!

Antes de estabelecer as métricas, precisamos ter definidos os objetivos do negócio, ou simplesmente continuaremos no escuro, sem saber se os volumes crescentes de informações com complexas nomenclaturas, realmente estão agregando algo no negócio.

O acompanhamento dos planos com indicadores diretamente relacionados a estratégia – e daí a extrema importância em ter os objetivos definidos - é o caminho correto para levar o conhecimento do negócio analisar as novas necessidades do ambiente complexo em que vivemos hoje.

E você? Está medindo o quê para quê

Marketing na Era Digital
Edgar Galbiatti
Edgar Galbiatti Seguir

Gerente de marketing com grande experiência em empresas de bens de consumo e B2B com grande experiência. Sou mestre em Marketing pela Mackenzie e também atuo na área de ensino. Apaixonado por História e um aprendiz incansável.

Ler conteúdo completo
Indicados para você