[ editar artigo]

Você já ouviu falar que vivemos num mundo VUCA?

Você já ouviu falar que vivemos num mundo  VUCA?

Hoje em dia ouvimos e lemos muitas expressões e siglas o tempo todo, que na maioria das vezes são letras soltas sem nenhum sentido ou significado óbvio ou são nomes em inglês que também não nos dizem nada de cara (a não ser que você tenha conhecimentos avançados da língua) e o pior disso, é que as pessoas, na sua grande maioria, começam a usá-las como se a gente tivesse obrigação quase que moral, de saber do que se trata ou mais, começam a usar por puro modismo e muitas vezes sem terem real conhecimento da coisa.

Você já se pegou numa situação de estar numa conversa descontraída com um amigo e no meio do papo ele solta algumas dessas expressões ou siglas e você começa a achar que se perdeu ou que ficou burro de repente? Se você já passou por isso, não se preocupe, você não está sozinho meu amigo, você tem pelo menos uma pessoa com você, que sou EU!! Isso aconteceu comigo na semana passada em pleno feriado prologando em que eu estava me divertindo com minhas filhas em uma agradável casa de campo. Claro que não me dei por vencida e continuei a conversa com o amigo num outro momento, não sem antes fazer uma rápida pesquisa no nosso querido e precioso Google. Que maravilha é essa tecnologia que avança a passos largos bem diante de nossos olhos e nos faz surfar altas ondas nos aproximando de pessoas tão bem informadas que escrevem com clareza e nos são tão solícitas!! Obrigada tecnologia!! Foi mergulhada em páginas cheias de conhecimento que me dei conta que já sabia muito bem do que meu amigo falava.

E agora que já me vejo contextualizada, posso tentar contar um pouquinho a vocês, que por acaso estão lendo esse pequeno e pretensioso texto, que:  Sim! Nós vivemos num mundo VUCA, completamente VUCA, cada vez mais VUCA, aliás. Mas ao contrário do que o amigo em questão afirmou: Não! Isso não é novidade nenhuma para ninguém. Todos nós sabemos que o mundo que vivemos é e está cada vez mais volátil, incerto, complexo e ambíguo e posso provar falando um pouquinho sobre cada um desses adjetivos:

  1. Volátil – a evolução tecnológica deixou para trás conceitos que já estavam enraizados em nossa cultura e hoje completamente obsoletos tanto no mundo empresarial quanto no nosso mundo pessoal, na nossa casa por exemplo ou até mesmo em cada um de nós. Precisamos estar todo o tempo atentos para mudarmos de caminho ou de planejamento caso alguma mudança abrupta aconteça.
  2. Incerto (uncertainty em inglês) – somos bombardeados por informações o tempo todo e em todos os lugares, mas isso pode não servir para o futuro se não formos ágeis e flexíveis, de nada adiantará tanta informação. Precisamos sempre nos adequar ao novo e a cenários imprevisíveis como os que nos apresenta nesse exato momento de pandemia.
  3. Complexo – a complexidade está presente em quase tudo que nos é apresentado na atualidade e precisamos ter disciplina e foco para estabelecermos quais são as nossas prioridades, seja como pessoa ou como empresa e assim evitarmos situações ou outras pessoas que não nos agregam valor.
  4. Ambíguo – trazendo para todos cada vez mais desigualdade, por isso a palavra de ordem é empatia, se soubermos o que o outro precisa ou sente poderemos nos aproximar de pessoas que possuem o mesmo propósito de vida que nós. É claro que isso exige de nós entrega, conhecimento e desenvolvimento, emocional e profissional mas também nos dá um sentimento de pertencimento que nos preencherá e nos ajudará a tomar decisões cada vez mais assertivas dentro dos nossos negócios e também dentro da nossa vida.

Voltando à nossa conversa inicial, acabei de te apresentar uma sigla nova,  mas tenho certeza que muito do que eu falei você já sabia ou pelo menos intuitivamente já desconfiava, fico feliz, também, se te contei coisas novas ou se coloquei uma pulguinha atrás da sua orelha, que irá te fazer questionar mais sobre tudo isso de forma consciente. Essa é a minha verdadeira intenção!! Fazer com que todos pensem no momento que vivemos, reflitam a necessidade de estarmos conscientes da maravilha que é a tecnologia e tudo de grandioso que ela pode nos oferecer, mas principalmente da maravilha que é viver o aqui e agora, com conhecimento sobre o que veio antes de nós, mas também preparados para todas as transformações que o futuro, com certeza, nos trará nesse mundo incrivelmente VUCA.

Marketing na Era Digital
Aline Carvalho Bassoi
Aline Carvalho Bassoi Seguir

Co-fundadora da Blá Mídia, graduada em Administração, pós graduanda em Marketing Digital - Negócios e Estratégias, mãe de duas menininhas lindas, amante de atividades físicas e de alimentação saudável e crossfiteira de coração.

Ler conteúdo completo
Indicados para você