[ editar artigo]

- “A minha melhor propaganda é o boca-a-boca.“ - "Oi?"

- “A minha melhor propaganda é o boca-a-boca.“ -

Sim... eu ouvi isso do mesmo empresário mais de uma vez. A empresa do ramo de alimentos vai bem, é verdade. Os produtos são muito bons e os donos parecem satisfeitos com os números. Mas trabalham enlouquecidamente, estão sempre sobrecarregados e cansados. Delegam pouco. Além disso o giro de funcionários é grande, estão sempre gastando energia para contratar e treinar gente nova. Investem em excelência em qualidade dos produtos, buscam oferecer um tratamento mais individualizado para cada cliente revendedor. 

                Desde que comecei a estudar marketing, vez ou outra conversamos sobre o assunto. Enxergo lá um grande potencial de crescimento. Os produtos são realmente muito bons, os ingredientes são selecionados e a satisfação dos clientes – eles dizem – geralmente é muito boa. E onde está o problema? O problema é que a gente não vê isso em lugar nenhum. Não há investimento em marketing. Nem on, nem off.

                No “marketing digital” que eles acreditam fazer no Facebook e no Instagram, não são atraentes, não constroem relacionamentos, não divulgam novidades e parcerias. E muito raramente algum cliente satisfeito publica em suas redes sociais o quão saboroso estavam os produtos, a qualidade do atendimento, a pontualidade na entrega. Aliás, pouco ou quase nada se investiu em mudança de estratégia após o início da pandemia.

                Após essas conversas, sempre passo alguns dias inquieta, incomodada. Penso que investir em estratégias de marketing seria elevar a empresa a outro patamar. Poderia deixar de vender apenas regionalmente, para atender ao mercado nacional. Abrir novas oportunidades, parcerias, realmente mostrar o que fazem tão bem. E mostrar isso para muito mais gente.

                Eu concordo com o Kiso quando ele diz que: “Os negócios locais vão ser mais fortalecidos com a entrada deles no digital. Eles terão mais opções de vender e provavelmente vão faturar mais do que faturavam antes, porque vão sair do seu ambiente geográfico e poder entregar para mais pessoas. Conversar mais e vender através de conversa, e não só de propaganda. ”

Resolvi dar um tempo e sair em busca de novos clientes que acreditam nessa transformação. Estou feliz com o trabalho que venho fazendo, com as mudanças nos negócios dos clientes que me contrataram. Eles também. Eles acreditam que marketing aliado a bons serviços e produtos de qualidade, é uma ferramenta fantástica de crescimento e fortalecimento das marcas. E que uma postagem falando bem deles, amplifica – e muito – o famoso boca-a-boca.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você