[ editar artigo]

A Pandemia e o Marketplace

A Pandemia e o Marketplace

A pandemia acelerou o crescimento do volume de compras via E-commerce, já que o consumidor começou a dar prioridade para as compras online, preocupado com o isolamento e distanciamento social. As empresas que já tinham a venda online como parte do seu portifólio comercial, alcançaram uma boa performance no último trimestre de 2020, e as que ainda não tinham se mexido nesse sentido, tiveram que se adaptar rapidamente ao movimento para não ficar de fora dessa fatia.

As lojas físicas que antes competiam a nível de bairro, passaram a enfrentar uma competição desigual, a nível nacional e até internacional, e a estratégia de Marketplace, que não é tão nova assim, mas ganhou notoriedade com a Pandemia, veio para ajudar pequenos e médios comerciantes a se manterem vivos no meio dessa guerra comercial e crise econômica em que estamos vivendo, e logicamente, para cobrir as lacunas de atuação das grandes redes varejistas, que a partir daí aumentaram o leque de categorias de produtos a disponibilidade do consumidor.

O modelo de negócio via Marketplace permite a venda de produtos em grandes lojas virtuais, como um Shopping Center, e os Marketplaces são as grandes redes de varejo com capacidade financeira de manter um ambiente de E-commerce robusto e bem estruturado e com verba de marketing para divulgar esse serviço nos meios de comunicação. Para o consumidor, a grande vantagem é poder comprar diferentes categorias de produtos em uma loja que ele conhece e confia, pagando tudo em um só carrinho.

E não é só os grandes varejos que estão emergindo nesse modelo de negócio. O próprio Facebook, considerado como a rede social mais acessada pelos brasileiros, começou a oferecer esse serviço em um ambiente exclusivo dentro da sua plataforma. A busca pelos produtos se dá através de geolocalização ou também por categorias. Neste caso, o Facebook funciona somente como um meio, pois toda e qualquer transação é de total responsabilidade do anunciante.

Sendo assim, unindo o útil ao agradável, agora é possível acompanhar as atualizações de feed dos amigos, compartilhar suas novidades e no que você está pensando e comprar e vender produtos e serviços sem muita dificuldade, caso você também seja um pequeno e médio comerciante.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você