[ editar artigo]

A transformação digital e as relações de consumo

A transformação digital e as relações de consumo

Compreender o comportamento do consumidor é o primeiro passo para definir as estratégias de uma empresa. Afinal de contas, produtos e serviços só serão comprados e aceitos por pessoas que deles necessitarem.

É importante compreendermos que mesmo ações veladas possuem significados e informações importantes sobre as relações de consumo. Como bem disse Valéria Brandini “entender o que há por trás das ações é o que nos permite entender as razões do porquê as pessoas fazem escolhas e quais são os motivadores por trás delas”.

É fato que a transformação digital vem, cada vez mais, influenciando as percepções dos consumidores e que a pandemia do novo coronavírus acelerou ainda mais este impacto das plataformas digitais na forma como as pessoas compram.

O digital pauta uma nova experiência com o real. Nossas dúvidas não mais são esclarecidas por familiares ou amigos, e sim pelo Google. Ou seja, vão se dar melhor as marcas e empresas que ali tiverem as melhores respostas. O que também significa que nem tudo é sobre consumo, mas sobre relevância, valores, interesses e propósito.

Valéria também disse que “marca é proposta de valor e você só enxerga valor em algo se aquilo ressonar com a sua ideia de valor”, assim podemos dizer que o nosso papel, enquanto profissionais de Marketing, não é mais só criar o desejo, mas também conectar emocionalmente marcas e clientes, pois cada vez mais as pessoas escolhem uma marca por sua ética, dignidade e caráter.  

A customização das relações no digital fez com que a relação com aquele que me vende seja muito mais que uma transação de crédito e débito. Essa conexão emocional se dará através das experiências oferecidas e da educação dos nossos consumidores. Precisamos ensinar que tipo de produto serve ao perfil do nosso cliente e inseri-lo num conjunto de experiências onde ele aprenda sem saber que está aprendendo, porque assim certamente ele irá comprar.

Se no pós pandemia não consumiremos mais como antigamente, as marcas precisam estar preparadas para, desde já, se adequarem aos novos hábitos de consumo, de maneira que suas verdades sejam serviços para a sociedade em cima de uma dor.

O que você está fazendo para que o seu consumidor veja valor em você? 

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você