[ editar artigo]

Conceitos de Marketing aplicados a profissionais autônomos

Conceitos de Marketing aplicados a profissionais autônomos

Muito se fala nos canais de informações sobre planejamento de marketing, em sua maioria para grandes empresas, e estes são bem direcionados, focados na marca, produto e serviços. Mas hoje chamo a sua atenção para um grupo de profissionais que lutam para manter seu negócio vivo, muitas vezes assumindo sozinhos todas as áreas de base de uma empresa: os profissionais autônomos ou empreendedores.

Para ilustrar esses profissionais, pego emprestado a história de "O Segredo de Luísa", do autor Fernando Dolabela. Quem estudou alguma área da Administração de Empresas certamente teve contato com ele.

Vamos à história!

Certa vez, num dia de folga da universidade, Luísa recebeu um amigo em casa; ela tinha a culinária como hobby e aprendeu a fazer goiabada cascão. Preparou o doce para seu amigo que gostou tanto que acabou levando para casa. Isso chamou a atenção de Luísa, sempre curiosa e observadora, entendeu que tinha um produto diferenciado, e que podia ganhar dinheiro com ele além de manter e divulgar uma tradição de família. 

Foi assim que deu início a jornada empreendedora de Luísa, que depois de testar o produto oferecendo-o para amigos, sabia que não conseguiria sozinha pois não tinha nenhuma experiência com negócios. Buscou conselhos de uma pessoa de confiança, sua tia, que sempre empreendeu e era uma referência. Luísa já havia pensado na embalagem, nome e vários outros detalhes. A tia, porém, a aconselhou a procurar alguém mais experiente para orientá-la. Então, ela procurou um professor da sua faculdade que havia desenvolvido uma disciplina sobre empreendedorismo.

Após uma conversa de duas horas, Luísa saiu com mais perguntas do que entrou. O professor a questionou sobre diversos fatores que ela não havia considerado, como quem são seus concorrentes e quem seriam seus fornecedores.

Os encontros continuaram a ponto de tornarem-se amigos, e o professor sugeriu que ela fizesse pesquisas de mercado e de viabilidade financeira, descobrisse mais como seria seu processo de produção e divulgação do produto. Indicou um amigo que atuava no mesmo segmento para fornecer mentoria; um grande empresário dono de uma fábrica de biscoitos e pediu a ela que procurasse um  órgão de apoio, como o SEBRAE. E ela passou a dedicar mais tempo ao projeto da sua empresa fazendo análise de mercado e elaborando suas estratégias de marketing; incluindo estudo do público-alvo, concorrentes, fornecedores, embalagens, parcerias, divulgação e teste.

Meses de muito trabalho e estudo se passaram até que ela anunciou para a família que daria seguimento na abertura do seu negócio. O empresário da fábrica de biscoitos indicou três amigos que ela podia pedir sociedade. Um deles aceitou, fornecendo-lhe instalações e equipamentos em troca R$ 0,05 de cada unidade da goiabada produzida. O contrato foi assinado e Luísa, finalmente, começou a produzir.

De maneira simples e bem exemplificada, Luisa ensina as etapas que o pequeno empreendedor deve seguir no processo fundamental de planejamento de marketing, lembrando que empresas de pequeno porte podem criar planos de marketing mais sucintos e menos formais, sempre focando no cliente que é o ponto de partida. Tudo inicia nele, nas suas necessidades e desejos.

É de fundamental importância acompanhar os resultados para verificar se o seu negócio tem avançado em direção a seus objetivos, conhecer profundamente as características da sua empresa, os pontos fortes, fracos, oportunidades, ameaças.

O caminho é longo, cheio de desafios contínuos e é isso que o torna atraente.

Marketing na Era Digital
Flávia Dutra de Assis
Flávia Dutra de Assis Seguir

Especialista em Marketing Digital - Negócios e Estratégias (PUC - MG), Tecnóloga em Processos Gerenciais (Centro Universitário Newton Paiva - MG), Estrategista em marketing no ambiente digital para micro negócios, vendas e finanças.

Ler conteúdo completo
Indicados para você