[ editar artigo]

Influenciadores e marcas: deu “match”

Influenciadores e marcas: deu “match”

Antes de mais nada vamos aos números:

  • 80% das empresas acreditam que o Marketing de Influência é a melhor forma de divulgação da sua marca;
  • 89% do ROI do Marketing de Influência é melhor do que outras formas de divulgação e publicidade;
  • 17% das empresas irão investir mais do que metade do seu budget em Marketing de Influência;
  • 89% dos profissionais de marketing dizem que o Instagram é importante para sua estratégia de marketing de Influência;
  • 71% das pessoas dizem que a qualidade de consumidores e visitantes em páginas é melhor quando é feito uma recomendação por um influenciador do que outras fontes de divulgação e propaganda.

Fonte: mediakix.com

A aceleração digital potencializou o marketing de influência, estratégia que visa a dar um rosto para uma marca, produto ou ação. Através das mídias digitais, as empresas ganharam mais uma oportunidade de otimizar suas ações de marketing: através dos influenciadores.

Os números dizem por si só e não é à toa que esse tipo de marketing cresce cada vez mais entre as pequenas, médias e grandes empresas. Nas grandes companhias, influenciadores digitais estão ocupando cargos de direção de criatividade ou estratégia criativa.

Mas como escolher o influenciador adequado?

O essencial é que o influenciador tenha credibilidade e represente a marca de forma positiva e verdadeira. É preciso ficar atento se a parceria será relevante para a sua empresa, se o público do influenciador é o mesmo da sua marca, se a forma como ele se comunica é a que você gostaria de falar com seus consumidores, dentre outros aspectos muito mais qualitativos do que quantitativos.

Para acertar nisso, fundamente sua escolha em dados e cruze algumas métricas como taxa de engajamento e número de seguidores. Analise também a frequência de postagens, a qualidade do conteúdo e também dos comentários e interações. Essa análise te ajudará a descartar, por exemplo, interações automáticas, seguidores falsos e, claro, entender se o influenciador é realmente uma autoridade para seu público.  É muito importante que o influencer tenha uma identificação real com a marca, seus valores e abordagem. Em outras palavras: um influenciador precisa ser um embaixador da marca, alguém que tenha um relacionamento real com a organização. Só assim seu discurso terá a franqueza necessária para impactar outras pessoas do jeito certo.

Além disse, temos 3 grandes premissas para uma boa escolha. São elas:

1. Tenha seu objetivo bem definido - defina o que você deseja alcançar ao contratar um influencer para sua empresa. Ter um objetivo claro, definido e mensurável vai guiar toda a sua estratégia.

2. O número de seguidores não é tudo - ainda que os números causem impacto em um primeiro momento, não são eles que irão ditar se o influenciador será capaz de entregar os resultados que você espera. Os dados mais importantes dizem respeito à capacidade de engajamento e à qualidade do conteúdo produzido pelo profissional.

3. Aposte naquele que saiba produzir um bom conteúdo - o conteúdo precisa ser relevante e autêntico, demonstrando que o produto/serviço realmente está presente na rotina do profissional. Além disso a capacidade de engajamento do influenciador é fundamental. Para isso, deve haver valor no conteúdo compartilhado - e não postar por postar.

Nesta terra de consumo de dados, onde o brasileiro passa em média 9 horas do dia conectado na internet, é importante entender o papel dos influenciadores: os reis e rainhas dos conteúdos: 71% das pessoas conectadas afirmam seguir algum tipo de influenciador e 55% afirmam que pesquisam a opinião de influenciadores antes de efetivar uma compra, segundo um estudo feito pela Qualibest. Além disso, é importante entender que os influenciadores constroem afinidade com seus seguidores. Essa aproximação gera confiança, que por fim gera vendas. Não à toa, que 55% das pessoas, afirmaram já ter comprado algum produto por indicação de suas personalidades favoritas.

Entretanto deve-se ter cautela ao utilizar uma estratégia com influenciadores. Esses produtores de conteúdo devem usar esse alcance com muita responsabilidade para transmitirem informações relevantes. É preciso ter o dobro de cuidado com o conteúdo compartilhado, pois são formadores de opinião e os seguidores realmente consideram o que escutam de um influencer. Uma das partes mais desafiadoras desse tipo marketing é descobrir quem são os influenciadores certos para a sua marca. Afinal, a credibilidade dessas figuras pode determinar o sucesso ou fracasso da sua estratégia.

Como você viu, o sucesso de uma estratégia de marketing de influência está ligado à uma série de fatores. Além de encontrar as pessoas certas, é preciso atrelar todas as ações à jornada de compra do seu público, investir na construção de embaixadores da marca e manter o foco na comunidade.

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você