[ editar artigo]

O Ato de escolher e a influência das cores - Neuromarketing

O Ato de escolher e a influência das cores - Neuromarketing

Como nosso cérebro toma uma decisão? somos influenciados o tempo todo? como acionar uma necessidade no meu cliente?  Essas perguntas andam constantemente de mãos dadas com todo profissional de Marketing. Afinal nossa mensagem precisa ser recebido por alguém que entende a nossa "língua", porém um erro muito comum que assombra a produção de uma campanha ou peça, é como captar a atenção do nosso público, tendo em vista que nos dias atuais estamos cada vez mais suscetíveis a banalizar imagens e informações, pelo cada de consumirmos informações o tempo todo. 

 

Ao acordar, apenas com uma rolagem de 5 minutos em nosso feed de notícias, consumimos no mínimo centenas de imagem, sendo que cada uma carrega consigo uma informação, uma história e uma mensagem diferente e não absorvemos nem 10% daquilo que nos é mostrado.

 

Nosso desafio é enfatizar o consumidor ao ato de escolher, principalmente pelo fato de que a emoção de cada pessoa oscila constantemente, o intangível está cada vez mais presente em nosso subconsciente na hora de obter qualquer tipo de decisão, tudo está ligado a nossa memória afetiva e conativa. Na maioria das vezes fazemos as considerações e escolher no piloto automático, o subconsciente já decide nossos passos.

 

É ai que o Neuromarketing entra, cabe às estratégias acionarem  os mecanismos ligados a emoção e a memória, através de símbolos, cores, movimentos, sons, detalhes que gerem ações sensoriais a ponto do cliente executar a sua decisão, os famosos gatilhos mentais. 

 

Mas como aplicar? o ambiente em que seu público se encontra é a maior fonte de informações que você pode obter, através dele conseguimos estabelecer elementos visuais e conceituais em que o público está apto ao consumo, melhorando a força da persuasão. É por esse fato que as plataformas digitais estão cada vez mais apostando na propagação de imagens, diminuindo o texto e potencializando a força de sua persona.

 

Podemos analisar que essa mudança, embora gradual, mas ainda assim significativa, vem acontecendo desde a própria identidade visual, as marcas estão passando por uma atualização em suas cores e elementos, de forma minimalista, passando a mensagem de uma maneira mais sólida e dinâmica, visando sempre ativar a percepção do público, principalmente pelo fato de que nosso cérebro faz considerações a base da cor e do ambiente sensorial em que está analisando, potencializando a chance de  decisão do seu público alvo em até 80% 

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você