[ editar artigo]

O Conteúdo Continua Sendo "Rei"

O Conteúdo Continua Sendo

A maioria de nós já ouviu essa expressão “O Conteúdo é Rei”. Em meados dos anos 90, Bill Gates produziu um artigo chamado “Content is King”, o título deste texto se tornou uma das frases mais conhecidas entre profissionais de marketing digital, e certamente, quem compreendeu essa premissa, continuará colhendo os frutos por isso. Entretanto, precisamos ter em mente que a forma como produzimos conteúdo mudou. Vivemos em uma guerra não declarada pela busca de um espaço na mente do consumidor e com investimentos de mídia cada vez mais altos, pois cada segundo da atenção do usuário vale ouro.

Nos tempos de hoje a inovação na produção do conteúdo torna-se premissa número 1, e para isso, é necessário se apoiar nos dados do usuário para entender o seu comportamento e sua jornada e, assim, criar um conteúdo altamente relevante para ele em cada touch point.

Porém, conteúdo sem propósito é mera propaganda e já sabemos que, no primeiro momento, a propaganda é o que menos o usuário quer saber no instante em que ele está navegando pelos canais digitais. Portanto, no momento de produzir um bom conteúdo, pense que ele deve entregar algo que, de fato, gere valor para o usuário. Nos tempos de hoje, mudanças muito profundas estão ocorrendo na forma de conversar com as pessoas e diante disso, já sabemos que é essencial e inadiável que as marcas criem vínculos por meio de relacionamentos reais e principalmente com mais empatia.

Então como conversar com o esse público? A resposta é: De uma maneira que crie vínculos e que o público se identifique. A nova configuração social se caracteriza pelas conexões verdadeiras, interesse mútuo, afetividade e ações que gerem confiança. E é exatamente aqui que entra o papel fundamental do influenciador digital; uma pessoa comum, com os mesmos desafios e problemas e, talvez, muito mais do que isso!

Quando refletimos sobre esta dinâmica, fica fácil perceber a importância dos influenciadores digitais e o seu papel central mediante a essa nova formatação social. As pessoas carecem de empatia e opiniões e o maior ativo que elas ganham seguindo alguns perfis é o empoderamento, o que significa, antes de mais nada, esperança em acreditar que dias melhores virão.

Portanto, ao planejar nossa estratégia de marketing, devemos ter em mente que, o conteúdo sem profundo conhecimento do usuário e de sua jornada de nada servirá. Por esse motivo, os influenciadores digitais se tornam aliados poderosos que devem ser trazidos cada vez mais perto do mercado. Mas, nunca devemos nos esquecer que o elemento mais importante ainda continua sendo um conteúdo de qualidade. Por maior que seja o alcance do influenciador, se o conteúdo não for relevante e o influenciador não for adequado, de nada adiantará.

Ler conteúdo completo
Indicados para você