[ editar artigo]

O preço de dar um passo maior que a perna! - Jornada do Cliente

O preço de dar um passo maior que a perna! - Jornada do Cliente

O primeiro passo em estabelecer e analisar uma boa jornada do cliente, é de se colocar no lugar do consumidor, fazendo uma auto reflexão com nosso próprio percurso de decisão, um dos maiores erros que o negócio comete, é traçar uma linha única entre a mensagem e a compra, de como que o funil de vendas não é sobreposto na gestão daquela campanha.

 

Muitos casos a falta de segmentação e foco, acaba sendo o principal fator para o desequilíbrio do funil, é sempre com que façamos a consideração no nosso público, analisando suas dores, seus pontos de consideração, onde irá impactar em possíveis ameaças e oportunidades de vendas. Entender o problema em que ele enfrenta é o fio condutor para o restante do percurso, assim é possível apresentar a solução para o problema, o remédio para a sua dor.

 

Esclarecendo o problema e apresentando uma resolução ao seu cliente, é a hora de doutrinar ele, de modo que ele entenda os elementos que compõe o seu serviço/ produto, frisando as qualidade, benefícios e  que ele irá obter assim que o consumir, uma vez que o cliente teve acesso às informações, é preciso fazer com que ele caminhe adiante, sanando com todas as dúvidas e prevendo possíveis problemas e empecilhos que ele pode encontrar no caminho, isso tudo alinhado dentro do funil. O maior erro é deixar o cliente caminhar em território desconhecido sozinho.

 

Mas por que não se deve dar um passo maior que a perna? ou seja, não respeitar as etapas da jornada cliente? Bem, um dos erros mais comuns dentro de uma estratégia de funil é que a marca deixa o cliente no momento de decisão de compra, principalmente quando a persona não está nivelada, se preocupando só com o anúncio principal e abrindo mão das etapas finais.

 

Quando se é avistado um lead qualificado, é preciso esclarecer todas as suas possíveis questões, principalmente se seu anúncio for feito dentro de plataformas digitais, onde esse funil se torna mais abrangente e seu cliente pode mudar o percurso da decisão em um clique.

 

E por último é sempre bom dar uma atenção especial ao pós venda, ou seja, depois que seu consumidor já adquiriu seu produto ou serviço, é essa hora que é preciso fidelizar, de modo que ee sempre sinta a necessidade de renovar as relações com a marca, gerando assim possíveis feedbacks, tornando ele seu próprio vendedor, promovendo sua marca e gerando mais influência. Devido a isso, as empresas estão cada vez mais propagando a experiência e investindo  suas ferramentas em pós vendas, onde seu próprio cliente é o maior anunciante de seu produto/serviço. 

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você