[ editar artigo]

Será que...

Será que...

Se você veio entender o que é o Neuromarketing, talvez se decepcione. Trago questionamentos inquietantes.

Olhando o hoje, diante de mudanças radicais no comportamento humano, uma coisa é fato: o que se sabe, já passa por mutações.

Como já disse outras vezes, trabalho no ramo automotivo. Diante dessa pandemia, a adoção FORÇADA do Home Officer, mudanças de rotinas e prioridades, tenho conversado com muitos colegas da área em torno da seguinte frase: Será que, após tudo isso, enfrentaremos uma nova revolução industrial? Será que, após tudo isso, até mesmo por conta das sequelas dessa pandemia (psicológicas e físicas de quem sobreviveu a doença, após ter se contaminado, e demais pessoas que não contraíram), métodos de antes da pandemia, prevaleceram?

O que enxergo nesse exato momento é que falamos de toda uma humanidade que vem vivenciando o mesmo problema, variando aí em suas intensidades, mas sobrevivendo, conforme o possível, a tantas perdas. Prevejo um cenário em que gerações com comportamentos bem diferentes, em decorrência da pandemia, encontraram um elo: o virtual. Qual será o impacto? Teremos gerações com novos costumes e hábitos, que antes eram predominantes na geração Z, como por exemplo, dificuldade de socialização fora do ambiente virtual? Os gatilhos mentais, diante de tudo isso, ainda surtirão efeito, ou temos uma nova comunidade anestesiada em decorrência do uso intensificado nesse período?

 

Enfim, será que...

Marketing na Era Digital
Desirée Castro
Desirée Castro Seguir

Publicitária, apaixonada pelo universo do marketing, humanos, músicas e series! Sou Brasiliense, atuo no ramo automotivo e venho nos últimos anos me especializando no universo digital aplicado ao ramo automotivo! Vamos crescer juntos Insiders! 😎✌🚘

Ler conteúdo completo
Indicados para você