[ editar artigo]

Social commerce: a tendência que já estamos vivendo

Social commerce: a tendência que já estamos vivendo

O ano é 2021. O crescimento do e-commerce não é novidade.

Há pelo menos dez anos, o comércio eletrônico vem em uma crescente no Brasil e, antes disso, no mundo. A pandemia só acelerou este processo, obrigando muitas empresas a transformarem seus negócios para um modelo digital ou, ao menos, híbrido.

As redes sociais têm papel de destaque nesta ascensão, pois não apenas mudaram a forma como nos comunicamos com outras pessoas, mas também como nos relacionamos com marcas e como fazemos nossas compras.

Hoje, é muito mais fácil buscarmos solucionar problemas e tirar dúvidas sobre produtos pelas redes sociais — em muitos casos, fora dos perfis oficiais da marca em questão — do que pelo site da empresa. Além disso, todos nos tornamos influenciadores quando compartilhamos com a nossa rede nossas compras, experiências e lifestyle. Ou seja, a dinâmica das relações comerciais realmente se transformou.

Mas não para por aí. O peso das redes sociais para o sucesso do e-commerce é tão grande que empresas, como o Facebook, construíram negócios multi-milionários, vendendo publicidade em suas plataformas.

Diante deste contexto, que também não é tão novo, um termo tem aparecido com cada vez mais frequência: o 'social commerce'.

De maneira simplificada, social commerce está relacionado à integração das redes sociais ao comércio de eletrônico, utilizando-as para atendimento ao cliente, compartilhamento de avaliações, além é claro, de divulgação de produtos e geração de demanda. Também pode ser entendido como a prática de comprar por meio das redes sociais, algo que é cada vez mais comum e que as próprias plataformas têm incentivado.

Um exemplo claro deste movimento, são os recursos para empresas que o Facebook lançou no último ano em suas plataformas, como o WhatsApp Pay e a "sacolinha de produtos" no Instagram. Em entrevista, o próprio Mark Zuckerberg declarou que, em um futuro próximo, lançará ainda mais recursos, evidenciando que o grupo Facebook caminha para ser uma plataforma completa para vendas online, especialmente quando se trata de pequenas e médias empresas.

Sendo assim, é primordial que as marcas construam estratégias de marketing cada vez mais alinhadas, em todos os seus canais de comunicação. Não só buscando uma presença omnichannel para as vendas, mas também para o marketing.

 

____________________________

Foto de capa por Ravi Sharma via Unsplash

Marketing na Era Digital
Micheli Beal Ribeiro
Micheli Beal Ribeiro Seguir

Arquiteta e urbanista por formação, encontrei no marketing a minha paixão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você