[ editar artigo]

Conhecer, percorrer, construir e criar.

Conhecer, percorrer, construir e criar.

Trabalhar na área de marketing nos leva a conhecer um mundo cheio de costumes, de culturas diversas, crenças inusitadas e curiosidades infinitas.

São tantas as possibilidades que aprendemos a ser imparcial, sem julgamentos, e deixar nossas próprias opiniões de lado, para conseguir executar um estudo profundo a fim de conhecer o público que estamos trabalhando.

Na Era Digital ficou mais amplo e maior, mas ao mesmo tempo, coletar dados através da internet está muito mais rápido. Aplicando a Netnografia, conseguimos ter um parâmetro para seguir, o que nos impede de influenciar nossas ações por causa de nossas opiniões pessoais ou experiências de vida. Afinal somos humanos, temos predisposição para o Etnocentrismo.

Estudar o ser humano e seu comportamento é viajar por um mundo de possibilidades e conhecimentos infinitos, nenhum ser humano é igual a outro.

Então, como conseguimos, mesmo assim, ter um planejamento de marketing, sendo que o nosso objetivo é suprir a necessidade, o desejo e a demanda das pessoas?

A dificuldade torna o trabalho mais desafiador e muito mais interessante, abre um mercado de possibilidades de ferramentas que podem ajudar no planejamento de marketing. Utilizar a Inteligência Artificial para racionalizar as emoções humanas parece ser impossível, mas atualmente é uma das ferramentas que ajudam no processo de conhecer o publico alvo, e sem saber com quem devemos trocar experiências, fica impossível de fazer um projeto eficaz e eficiente para nosso cliente.

Conhecer é uma das etapas. Percorrer, toda a Jornada do cliente, todo o processo de busca do produto ou serviço até a realização de compra, é outra etapa. Começa o desenvolvimento de uma base mais sólida, como um edifício, para poder construir uma estrutura sustentável, forte e sem atrito, esperando pelo efeito boomerang do cliente.

Depois de todo esse processo percorrido, conseguimos ter conhecimento suficiente para trabalhar nas estratégias de marketing, ou seja, depois de construir a estrutura sustentável, usamos toda nossa criatividade para tornar esse edifício único, com identidade própria sem igualar a qualquer outra construção, sendo na altura, nas formas ou materiais, não importa desde que supra a necessidade visual da metrópole.

E o produto ou serviço do cliente é tratado da mesma forma, precisa ter visibilidade, é preciso que seja interessante, é importante que tenha algo a oferecer, que atraia, encante e supra os desejos das pessoas, e num mundo tão competitivo e diversificado, a criatividade que era um diferencial, acaba sendo necessária para a sobrevivência do produto ou serviço do seu cliente.

       

 

Marketing na Era Digital
Daniela Yumi Morisawa
Daniela Yumi Morisawa Seguir

Formada em Relações Públicas com 23 anos de experiência em eventos corporativos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você