[ editar artigo]

Decisões baseadas em marketing orientado a dados

Decisões baseadas em marketing orientado a dados

O data driven marketing tem a missão de oferecer respostas para que decisões acertavas possam ser tomadas. Para isso é preciso considerar os estágios de evolução da análise de dados que são divididos em 4 partes fundamentais:

1 - Tomada de decisões a partir de indicadores de reputação como comportamento de seguidores, por ex
2 - Indicadores de comunicação que demonstram se as campanhas estão sendo eficientes a partir de análise de métricas como CTR, taxa de rejeição, sessões acessadas, etc
3 - Decisões a serem tomadas após os indicadores de vendas como a qualificação dos leads, conversões, faturamento, etc
4 - Decisões baseadas em indicadores de sustentabilidade do negócio a partir da análise financeira (faturamento, rentabilidade), e de outras métricas como NPS, MRR, LTV, Cohorts e MAU. E é exatamente sobre essas métricas que serão analisadas nesse artigo.

NPS - Net Promoter Score tem o objetivo de medir o nível de satisfação do cliente a partir de determinada ação durante o processo de compra ou de pesquisa. É comumente associada a percentual de satisfação a partir de perguntas como “qual seu nível de satisfação entre 0 e 10?” entregues após a ação (que pode ser a venda, interação por telefone para solução de problemas no pós vendas, para indicação a amigos, etc). Se a taxa de NPS está abaixo de 50%, significa que há maior quantidade de detratores do que de promotores da marca e ações precisam ser tomadas pela empresa.

MRR - Monthly Recurring Revenue - ou receita recorrente mensal - é bastante praticada por empresas que oferecem serviços digitais, como SaaS, a partir de serviços de assinaturas. Esta métrica tem o objetivo de medir o percentual de novos clientes, os que renovam a assinatura periódica e os que a cancelam. A partir desta métrica é possível avaliar o que é preciso mudar caso o número de novas assinaturas não correspondam as expectativas do planejamento da empresa.

LTV - Lifetime Value - ou valor vitalício - tem a missão de calcular o lucro que determinada pessoa promoveu à empresa a partir de suas compras durante todo o seu ciclo como cliente da empresa. Para isso é preciso considerar quais mídias serviram como captadoras desse cliente, em que momento, que tipos de produtos consumiu e desde quando não consome mais da empresa. Tem o objetivo também de entender a curva de crescimento na interação do cliente x empresa, além dos valores e tipos de produtos adquiridos. Portanto, LTV é uma métrica bastante importante para compreender o perfil do cliente.

Cohorts - a análise cohorts tem relação com um determinado grupo de pessoas com características semelhantes como profissão, gosto musical, esporte predileto, etc. Tem como fundamental importância a análise de comportamento e a possibilidade de categorização do grupo de pessoas por entrega de campanha por sazonalidade, por exemplo, a partir da análise de eventos de interesse de tal grupo.

MAU - Monthly Active Users - Usuários ativos por mês - tem a missão de quantificar os usuários mensalmente por interação, compra, promoção ou interação com a marca. Importante métrica para analisar a taxa de retenção de clientes a partir de determinada ação definida pela empresa (como por exemplo o uso de ferramenta digital oferecida pela empresa).

A análise dessas métricas ajudam bastante a empresa a compreender qual o potencial de sua campanha ou de venda de produtos e o que precisa mudar, caminhos e soluções para lançamentos de novos produtos.

Marketing na Era Digital
Hugo Leonardo Peroni
Hugo Leonardo Peroni Seguir

Designer gráfico de formação, profissional de marketing por ocasião e paixão. Pretendo aprimorar meus conhecimentos para determinar uma nova jornada de marketing embasada em projeto para aplicar na empresa onde trabalho.

Ler conteúdo completo
Indicados para você