[ editar artigo]

E-commerce durante a pandemia do COVID-19

E-commerce durante a pandemia do COVID-19

O E-commerce é uma modalidade de comércio onde os negócios e transações financeiras são realizadas via plataformas eletrônicas, como computadores, tablets e smartphones, entre outros. Mas como o e-commerce tem se saído durante a pandemia da COVID-19 a qual beira pelo mundo até os dias atuais? Sabe-se que devido às recomendações promovidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS, 2020), uma das estratégias para conter o avanço do novo coronavírus no Brasil se deu por meio do isolamento social, o qual manteve as pessoas por muito mais tempo dentro de suas respectivas casas. Além disso, alinhado à estratégia do isolamento social, por determinação da Prefeitura de São Paulo, o comércio e o varejo tiveram que manter as portas fechadas para os atendimentos presenciais, com exceção, é claro, dos estabelecimentos considerados essenciais para a sociedade, como as farmácias e mercados.

LEIA MAISCriatividade e empatia na gestão de equipes melhoram clima organizacional e atendimento ao cliente final

Sendo assim, por estarem mais tempo dentro de suas casas, as pessoas passaram a buscar alternativas para suprir suas necessidades de consumo, migrando, portanto, para o ambiente online. A Kantar Ibope Media (2020) realizou pesquisas periódicas sobre o novo cenário com o Covid-19 e quais foram as consequências no comportamento socioeconômico no Brasil e no mundo. Um dos relatórios apresentou que  o Covid-19 está trazendo mudanças no mercado do varejo e, principalmente, está impulsionando o e-commerce, o que mudou completamente a forma de consumo atual. A fonte aponta que 34% das pessoas afirmam o aumento em compras online, inclusive a presença de “novos shoppers”, que são os novos consumidores de e-commerce.

Diante disso, o e-commerce obteve um cenário positivo de crescimento,  exigindo que as empresas reforcem cada vez mais suas estratégias de comunicação, de precificação e de promoção de vendas para o varejo, que passou e ainda passa por um período de adaptação para enfrentar o atual momento caótico. Além disso, pesquisas apontam que cerca de 39% dos consumidores aumentaram o consumo online, priorizando confiança nos pedidos e facilidade nos pagamentos.

Por fim, vale destacar que é possível esperar que o E-commerce ganhe ainda mais força nos próximos anos, por conta da grande quantidade de dispositivos móveis que também seguem em ritmo de crescimento, bem como as mudanças no comportamento do consumidor.

Marketing na Era Digital
Larissa Vieira
Larissa Vieira Seguir

Oi, eu sou a Lari! Atualmente faço parte do time de CS . Para os amantes de signos, sou virginiana com ascendente em touro, mais conhecida como amante de organização & comidas. <3

Ler conteúdo completo
Indicados para você