[ editar artigo]

É possível trabalhar com marketing digital sem vender infoproduto? Saiba como!

É possível trabalhar com marketing digital sem vender infoproduto? Saiba como!

Não tem como negar, os infoprodutos se tornaram um dos sinônimos de marketing online. Até mesmo as buscas relacionadas a marketing digital costumam dar resultados que privilegiam este tipo de conteúdo. 

Mas saiba que e-books, audiobooks, podcasts e cursos de todos os tipos não são a única forma de trabalhar com marketing digital. Nem tudo precisa ser tão automático, escalado e distante do consumidor. 

Outros formatos de interação, mais próximos do usuário e personalizados de acordo com suas necessidades específicas também representam uma excelente oportunidade para serviços com potencial para consumo digital. 

Além disso, no artigo de hoje, o objetivo é considerar relações que costumam acontecer a médio e longo prazo, como por exemplo as mentorias, treinamentos, coachings, consultorias etc.

É exatamente o oposto dos infoprodutos ‘clássicos’, que costumam ser consumidos tão rápido quanto são esquecidos. Neste caso, a escala de proximidade exerce uma forte influência na percepção de valor das pessoas sobre o que está sendo oferecido.

Quanto mais próximo do cliente você estiver, maior será o valor percebido por ele. Diante disso, o importante é oferecer soluções que gerem proximidade, assim você se destaca no mercado e eleva o valor do seu trabalho com marketing digital.

Se você quer trabalhar com marketing digital, mas sem oferecer infoprodutos, vale a pena estar mais atento a outros mercados, que chegam a crescer 19% ao ano. Continue conosco e saiba mais sobre o assunto!

Use o marketing digital do jeito certo

Criou-se uma ideia equivocada que o marketing online é algo que se faz uma vez, e pronto, sua vida está financeiramente resolvida. Como se todos os seus infoprodutos se vendessem sozinhos daí em diante, só o que fazia falta era publicar alguma coisa na internet. 

Mas a verdade é que se for útil, as pessoas vão consumir. Do contrário, seus infoprodutos podem ficar encalhados na web, tornando-se mais um entre milhares de conteúdos obsoletos.

Nesse sentido, se você quiser usar o poder do marketing online do jeito certo, tem que usá-lo de outra maneira. Isso significa criar conexões reais com seu público em potencial, gerar valor antes mesmo de pensar em uma venda. Ou seja, a venda é consequência desse trabalho de relacionamento.

E quem vai criar a proximidade e a percepção de valor são as suas interações pessoais. Em outras palavras, o marketing digital deve ser usado mais como uma forma de captar, reter e fidelizar clientes. 

Conhecimento como produto

Quanto vale o que você tem a oferecer? Melhor dizendo, quanto você acha que o público estará disposto a pagar pelos seus conhecimentos? 

Isso pode variar muito, mas uma coisa é certa: mais massivo, menos valor agregado. Mais personalizado e individual, maior valor percebido. 

Se o público perceber que o valor é muito baixo, o mais provável é que ele classifique um produto ou serviço como generalista e com pouco potencial de adaptação para seu caso em particular. 

Mas, voltando à pergunta do início do tópico, ou melhor, a uma possível resposta, sugerimos que você crie produtos de ticket médio-alto, que variem entre R$2 e R$10 mil. 

Naturalmente, você vai ter que convencer o público-alvo de que seus serviços de fato valem o que se pede. Para isso, é necessário conduzir os leads por um caminho que os aproxime mais e mais de você. Ou seja, usar o marketing digital como meio, como comentamos. 

O que é preciso para ter sucesso com marketing digital?

Marketing é atração, simples assim. Tudo muda ao redor de nós, o tempo todo, mas algo permanece inalterado: alguém quer alguma coisa e o marketing é uma forma de mostrar que uma solução é a melhor para ela. 

Na era digital, o marketing teve suas possibilidades ampliadas, e muito. Hoje há mais canais de contato, como as redes sociais, por exemplo. Cada uma com suas características, permite que estratégias diferentes sejam desenvolvidas para ter mais chances de que seu produto desperte o interesse das pessoas. 

Mas você tem que aprender como trabalhar com marketing digital para tirar o maior proveito de seu potencial. 

Primeiramente, você tem que se planejar e criar seu próprio método de trabalho. Como vai funcionar seu processo de orientação, caso você opte por se tornar um mentor? Por exemplo, vale a pena investir em uma capacitação que ensine como criar uma mentoria e ter todo seu processo estruturado e funcional. 

Em segundo lugar, conhecer e aprender a usar as ferramentas disponíveis é imprescindível. Sejam plataformas, softwares, aplicativos, sites, blogs, entre outros, é preciso cultivar a habilidade de usar todas essas ferramentas ao seu favor, e isso só se aprende com a prática. Entre as mais comuns e usadas, podemos citar:

  • Redes sociais: bastante usadas para a divulgação de produtos e serviços, são usadas por 42% da população mundial.

  • Softwares para conversar online: quem vai trabalhar com marketing digital sem vender infoproduto precisa ter canais para conversar diretamente com os clientes. Para isso, nada melhor do que aplicativos como Skype ou Zoom.

  • Sites e Blogs: já foi mais difícil fazer seu próprio site ou conseguir customizar blogs para que tudo tenha a cara da sua proposta. Hoje em dia, você pode até montar um e-commerce se quiser, sem ter que contratar um web designer.

É sobre esse suporte tecnológico que você vai executar toda a sua estratégia de captação de clientes e de atendimento aos seus mentorados. 

O marketing é para todos. Com conhecimento e prática, você vai ver como o ambiente digital oferece tantas oportunidades para você, que está interessado em ganhar dinheiro com seus conhecimentos, como para quem quer vender infoprodutos. 

A diferença está realmente no valor de sua proposta e na forma como você vai se relacionar com o seu público. 

Curtiu o post? Já está pensando diferente em relação ao marketing digital e tendo ideias de como seguir daqui pra frente? Continue acompanhando nosso site e siga aprendendo sobre marketing digital!

Marketing na Era Digital
Mariana Almeida
Mariana Almeida Seguir

Jornalista, pós-graduada em comunicação digital pela PUC Minas. Trabalha com marketing digital há 6 anos e criação de conteúdo em mídias sociais. É apaixonada por inovação e tecnologia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você