[ editar artigo]

Inteligência Artificial e O Marketing que Tudo Vê

Inteligência Artificial e O Marketing que Tudo Vê

A Inteligência Artificial já faz parte de nossa realidade e compartilha da rotina diária de modo tão sutil que chega ser percebida como algo natural ao ser humano e assim será cada vez mais para as novas gerações.

Inteligência é a capacidade de processar fluxos de informação para alcançar objetivos otimizando recursos.

Antes de tudo é importante destacar que a capacidade de aprendizado está associada à exposição à informação, cenários e tomadas de decisão, funciona como um músculo que precisa de exercício para continuar desenvolvendo e refinando suas capacidades de processamento.

Então a expansão dos sistemas de inteligência artificial está diretamente associada à geração e monitoramento dos hábitos de consumo e interesses das pessoas, seja na navegação via desktop, aplicativos, acessórios inteligentes (smartwatches, roupas, tênis, óculos, veículos e tudo mais que colete informações de uso) principalmente através dos dispositivos móveis, que monitoram cada ação física ou digital 24h por dia.

A ascensão dos sistemas digitais inteligentes (Inteligência Artificial) associados à abundância cada vez maior de dados disponíveis (Big Data) gerados pela internet das coisas (IoT), permite a automação de processos de informação cada vez mais precisa para o conhecimento do comportamento do consumidor/cliente, antes mesmo do surgimento da necessidade ou desejo.


Na Inteligência Artificial existem 3 estágios:

  • Machine Learning: quando as máquinas aprendem através do comportamento humano. Ex: Bots, Siri, Cortana, Alexa entre outros;

  • Machine Intelligence: quando a máquina inicia processos de autoaprendizado através de tentativas e erros baseados nos dados comportamentais anteriormente coletados em redes de aprendizados por camadas, como o deep learning - aprendizado de máquina;

  • Machine Counciousness: quando a máquina tem a capacidade de interagir e decidir de acordo com a situação e estímulo recebido, mesmo sem um histórico de experiência. Utilizará do cruzamento de diferentes fontes para identificação da possível solução.


Os humanos são essencialmente caracterizados pelo pensamento crítico e a complexidade de emoções, sua capacidade de autonomia, inteligência, adaptação (neuroplasticidade), habilidade lógica e reconhecimento de fala.

Conheça as 9 vantagens das ferramentas baseadas em IA quando comparadas à inteligência humana:

  1. Aplicação lógica;

  2. Automação e trabalhos repetitivos;

  3. Foco (uma tarefa por vez);

  4. Capacidade de volume de processamento;

  5. Velocidade;

  6. Razão;

  7. Conectividade;

  8. Atualização imediata;

  9. Criatividade para geração de oportunidades

Quando se fala em IA é necessária uma visão mais ampla deste universo e seu desdobramento prático para a utilização das novas tecnologias envolvidas.

O Universo da Inteligência Artificial e o Agora:

  • IOT: são os sensores do mundo na captação de informações do comportamento humano. Fontes de captura dos dados para o BIG DATA;

  • Big Data: o cojunto de informação que alimenta a IA e permite seus processamentos através das diferentes camadas de aprendizado;

  • Block Chain: são transações descentralizadas através de registros independentes (evita fobótica: são os corpos comandados pela AI;

  • Nanotecnologia: mudanças de estado/estruturas físicas reais;

  • 3D: reprodução rápida de estruturas físicas sem a necessidade de plantas industriais;

  • Quantum Computing: acesso à velocidade nos processamentos até então impossíveis há pouco tempo atrás.

Para onde vamos?

A tecnologia caminha para o fator do transhumanismo, onde a integração humana com as máquinas será uma realidade, para qual espera-se em breve um link direto com os computadores e o cérebro humano. Na singularidade tecnológica não há predição sobre o que acontecerá com exato grau de certeza, apenas de que a evolução está cada vez mais acelerada.

A inteligência Artificial aplicada ao Marketing

O ponto a ser discutido está na possibilidade e capacidade de automação para conhecimento do perfil do cliente. Esse contexto favorece não apenas a criação de estratégias mais efetivas para atração, conversão, retenção e fidelização, como também, aumenta consideravelmente o potencial de personalização em massa e a predição de comportamentos a fim do maior alcance para os resultados comerciais.


Oportunidades para o Marketing

  • Atendimento ao cliente sem interação humana;

  • Smart speaker: voz;

  • Personalização e segmentação na entrega de conteúdos/ofertas para o público. Smart Content;

  • Competitividade via smart price;

  • Mídia programática;

  • Busca por voz;

  • Segmentação preditiva;

  • Aumento de receita via ações de em-mail marketing;

  • chatbot;

  • Vídeo Marketing;

  • Pagamentos via voz;

  • Identificação de público e identidade dos clientes;

  • Automação de Marketing;

  • Reconhecimento facial;

  • Influenciadores digitais devido alta taxa de engajamento.


Tudo o que puder ser automatizado será, pois a eficiência e disponibilidade superam os modelos sociais que estejam desatualizados.


Os Desafios:

  • Rápida velocidade nos lançamentos e novas tecnologias;

  • Baixa velocidade na adoção e mudança de cultura empresarial;

  • Investimento e falta de estratégia;

  • Dados desatualizados sobre os clientes e falta de integração;

  • Tecnologias desatualizadas.

A presença do Marketing em todas as áreas da sociedade oferece uma vasta gama de aplicações, cabendo ao profissional a responsabilidade do acompanhamento do que acontece no mercado de tecnologia, a análise de cenários e possíveis impactos e benefícios através da rápida implantação.

Vivemos na era onde a vantagem de hoje é cada vez mais fugaz, mas se você não escolher o caminho da inovação em breve não haverá caminho a seguir.

Fabrício Alencar Pereira

Consultor Especialista em Marketing Estratégico, Branding e Comunicação Integrada no ambiente Corporativo, seus subsistemas e influências sobre os negócios com foco no crescimento de receita e valor de marca. Gestor de Planejamento e Fundador da Marketing Ways.

 

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você