[ editar artigo]

Netnografia como Ferramenta de Pesquisa para o Marketing na Era Digital

Netnografia como Ferramenta de Pesquisa para o Marketing na Era Digital

Diante do Marketing na Era Digital, temos como desafios estudar a relação entre consumidor, marca e produto, nas simultâneas dimensões — física e digital — com o objetivo de evidenciar vínculos de sentido, compreensão dos valores, comportamentos das pessoas e construção de identidade.

Existe um estudo de campo — acadêmico/científico — interessante a respeito, denominado “Etnografia de Consumo”. Outros termos também usados são “Etnografia digital”, “netnografia”, “Cybernetnografia”, “cyberantropologia”, “Antropologia digital”. A Netnografia, figura à antropologia aplicada no meio digital, com bastante utilidade em pesquisas em relação ao consumo e caracteriza-se como um dos principais instrumentos para conhecimento dos públicos-alvo na era digital.

Valeria Brandini é PhD e apresenta seu profissionalismo com bastante eloquência.

“Utilizando como base as ciências humanas - Antropologia do Consumo, Semiótica da Cultura e Análise de Sociogramas, decodifico estruturas veladas do comportamento social e de consumo e as raízes destas estruturas, compreendendo sistemicamente os códigos do consumo - o que as pessoas fazem, porque fazem e o significado que atribuem a bens materiais e intangíveis - como forma de decodificar o contexto presente e apontar a direção para o futuro.

Meu trabalho é mapear o que se encontra velado nos discursos do consumidor, o que não é apreendido por pesquisas qualitativas e quantitativas convencionais e gerar um direcionamento estratégico para solução de problemas na área de negócios.”

Outro ponto que achei fascinante, foi o perfil curricular de sua trajetória, aliando Ciência, Academia e Mercado, em um vasto campo de estudos: 

“Cientista Social, especialista em Antropologia Empresarial (Consumo, Organizações, Digital), Comunicóloga e Semioticista. Graduada pela UNICAMP, Mestre e Doutora pela USP/ Università La sapienza di Roma/Central Saint Martins Londres. Pós Doutora em Comunicação, com foco em Cultura Digital e Consumo pela USP. Pesquisadora Sênior, Consultora e Curadora de Conteúdo na área de Cultura e Comportamento e Consumo. Etnógrafa Digital com foco em I.A. na Spume.com. Designer de metodologias de pesquisa aplicadas ao mercado unindo ciências sociais, ciências da comunicação, Big Data e Inteligência Artificial. Entre seus clientes estão grandes empresas como Toyota, Citroen, Pepsico, Natura, Eudora, Subway, Bradesco Seguros, Carrefour, Empiricus, Casas Bahia, Ponto Frio, XP, entre outras. Autora de livros e artigos científicos lançados no Brasil e no exterior. Blogueira do Huffington Post na área de cultura e comportamento de Consumo.”

Minha compreensão acerca do tema, é que para aplicar Pesquisa Etnográfica e Netnografia ao Marketing, você precisa se especializar a respeito, pois trata-se de uma metodologia pautada em como ter uma imersão no mundo dos consumidores, englobando procedimentos e técnicas para pesquisarmos o ambiente virtual.

Investigando sobre o tema, além do material apresentado no curso de Marketing na Era Digital, é possível identificar que se trata de uma metodologia de pesquisa científica. Ou seja, mesmo eu, sendo formada em relações públicas e atuando com o marketing, não tenho aptidão técnica para aplicar tal metodologia comigo mesma, sem que antes, eu me aprofunde na metodologia de pesquisa científica.

No site "O Melhor do Marketing", André Damasceno, aborda outro artigo que explica "Como praticar a netnografia: procedimentos metodológicos". 

Tal metodologia é traçada com objetivos claros, com etapas da pesquisa a serem realizadas. Para quem tem mais interesse a respeito, A ESPM, possui um curso atualizado, com carga horária de  6 horas, chamado "Pesquisa Etnográfica e Netnografia Aplicadas ao Marketing". 

O cerne de qualquer estratégia está em analisar os hábitos e costumes do consumidor online. O curso tem como objetivo, auxiliar a compreender os principais desafios na aplicação da etnografia, apresentar os caminhos de aplicação prática da pesquisa Etnográfica e Netnográfica no mercado, discutir como os benefícios desta pesquisa impactam nos negócios, dentre outros.

Além disso, há diversidade nos métodos utilizados, como: perguntas guiadas, debates controlados, buscar aplicações,  a rotação, o aquário. Portanto, é fundamental compreender as diferenças e benefícios da Pesquisa Etnográfica e Netnográfica, para ter a clareza de quais são os momentos adequados para a sua aplicação no mercado.

Marketing na Era Digital
Patrícia Rônel - PR.RP
Patrícia Rônel - PR.RP Seguir

Relações Públicas. "Humanizo relacionamentos, ações de comunicação e marketing estratégico, orientado a dados - entre marcas, pessoas e cenários (outbound/inbound) - com o auxílio da tecnologia, cultura de inovação e transformação digital".

Ler conteúdo completo
Indicados para você