[ editar artigo]

O básico (e necessário) sobre boas práticas para o envio de e-mail marketing

O básico (e necessário) sobre boas práticas para o envio de e-mail marketing

Há pessoas que ainda insistem em dizer que o e-mail morreu, mas para quem? eu te conto:

  1. Para quem testou, mas não criou uma estratégia;

  2. Para quem nunca tentou aplicar boas práticas de e-mail marketing;

  3. Para quem nem sequer constrói uma base de leads;

  4. Para quem não percebe a importância que o e-mail marketing tem!

A questão é que se uma pessoa está disposta a dar o contato de e-mail para sua empresa, ela espera que você entre em contato, e tem interesse em receber seus conteúdos e aí está o grande benefício do e-mail marketing.

Confira 3 dicas rápidas sobre boas práticas para aplicar em suas campanhas de e-mail marketing:

Dica 1: Para quem você vai enviar o e-mail e com qual objetivo?

É sério, essas são as primeiras perguntas que você deve responder. Segmentar sua audiência é muito importante para garantir a personalização da mensagem que cada e-mail irá passar.

Exemplo prático: Se você precisar enviar uma promoção para seus clientes, mas alguns já possuem o produto X e você pode oferecer o Y, porém outros já possuem o Y e você pode oferecer o X.

  • Separe em segmentos os leads que nunca compraram, os já possuem o produto X e os que já possuem o produto Y.

  • Direcione um e-mail sobre a promoção para os seus leads que nunca compraram outro com a oferta do produto Y para o segmento de pessoas que já possuem o produto X e outro com a oferta do produto X para o segmento de pessoas que já possuem o produto Y.

Considerando o exemplo, você atinge sua audiência da forma certa, oferecendo o que seus leads possam ter interesse e evita o envio de promoções de um produto já adquirido.


Dica 2: O assunto é quase tão importante quanto o conteúdo

O assunto é responsável por gerar a curiosidade que o usuário terá em abrir o e-mail recebido. Dedique-se a escolher poucas palavras que despertem o interesse do seu lead.

Mas, além de ser criativo, o assunto também tem a responsabilidade de evitar que seu e-mail seja interpretado como spam. Dessa forma, esqueça as palavrinhas mais usadas em e-mails deste tipo, como “promoção” ou “oferta”.


Dica 3: Para cada e-mail enviado, um CTA definido.

É sério, o CTA (Call To Action) ou chamada para ação é muito importante, pois é apartir disso que seu lead entenderá o que deve fazer após a abertura do e-mail.

O CTA vai depender da dica 1, ou seja, tudo depende do segmento que irá receber a mensagem e, principalmente, do OBJETIVO que você definiu.

Você pode chamar o lead para adquirir um produto, usar um cupom, visitar seu site ou blog, entre outros tantos CTAs.


Para enviar boas campanhas de e-mail é preciso considerar sua audiência e o segmento que receberá determinado e-mail. O seu lead não tem tempo para ler e-mails que não são dedicados a ele!

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você