[ editar artigo]

O PODER DO CÉREBRO

O PODER DO CÉREBRO

Neuroplasticidade, também conhecida como plasticidade neural, é a capacidade que o cérebro tem de se adaptar a mudanças.

É a habilidade de reorganização dos neurônios/circuitos neurais permitindo adaptações e flexibilizações através de aprendizagem e vivências, como também é a regeneração e a permissão de novas conexões através de pensamentos, comportamentos e necessidades do meio em que estamos inseridos.

Ela ocorre principalmente na infância, quando as crianças adquirem novos conhecimentos e comportamentos sociais fundamentais, mas também ocorre na fase adulta através de um processo diário e natural que permite a adaptação do ser humano às suas necessidades.

Então podemos dizer que a neuroplasticidade está diretamente relacionada à aprendizagem?

Sim! Sempre que aprendemos algo, o cérebro armazena informações para serem usadas quando necessário. Por isto, é extremamente importante sempre adquirir novos conhecimentos, sair do modo automático e manter o foco, eliminando distrações.

Além disto, existem outras dicas bem simples que ajudam a induzir/aumentar esse mecanismo no cérebro:

  • Exercitar os dois lados do órgão (quanto mais exercitado, mais rápido e potente ele fica);
  • Eliminar maus hábitos substituindo atividades indesejadas pelo oposto;
  • Alimentar-se bem (alimentação equilibrada e vida saudável são fundamentais);
  • Garantir uma boa noite de sono (se exercitar o cérebro é importante, permitir que ele descanse também é).

Já para o ambiente de trabalho, em que a neuroplasticidade ocorre através das experiências do cotidiano, as dicas vão um pouco além:

  • Promova sempre o compartilhamento de ideias/inspirações;
  • Crie um espaço dinâmico onde os colaboradores possam desenvolver diferentes atividades;
  • Proporcione conhecimentos (cursos, treinamentos, palestras, seminários);
  • Incentive o mindset de conhecimento para criar motivação e engajamento na equipe.

Outros 2 pontos que precisam ser definitivamente esclarecidos, que ainda não foram citados aqui, mas que possuem respostas “óbvias” se correlacionarmos o que foi dito neste artigo com os ensinamentos de Martha Gabriel & Eliane Coutinho na aula de Neuromarketing da comunidade Insider, são a porcentagem de uso do cérebro e a perda de memória com o passar dos anos.

Podemos, sim, afirmar que é MITO a ideia de que usamos apenas 10% do nosso cérebro (utilizamos ele inteiro e constantemente, inclusive dormindo) e que perdemos nossa memória com o passar do tempo (o que perdemos, na verdade, é o acesso a ela).

Por isso, esteja sempre em constante movimento, aprendizado e evolução.

CÉREBRO: “USE-O ou PERCA-O”

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você