[ editar artigo]

O que devo fazer para lançar um produto no mercado?

O que devo fazer para lançar um produto no mercado?

Ahhh se todas as pessoas pensassem assim ao desejar lançar uma marca, um produto ou um serviço no mercado.

Essa é a primeira pergunta que temos que fazer. Lançar algo no mercado não é simples. Temos várias etapas para estudar e analisar e podemos começar pelos “4 Ps” (Produto, Preço, Praça e Promoção).

Apesar de ser um conceito da década de 60, os 4Ps continuam sendo usados para uma boa estratégia

Explico aqui brevemente.

Produto: o produto ou serviço, não é formado somente do produto em si, mas tudo que o envolve para sua venda acontecer, como design, embalagem, marca, qualidade, garantia, pós venda. O produto é algo que vai atender uma necessidade ou um desejo.

O ideal é que seu produto tenha um diferencial em relação aos outros no mercado. Como você vai fazer isso? Você vai ter que conhecer a sua concorrência, direta e indireta, entender quais atributos são valorizados pelo público que você definiu e ignorados pela concorrência. Assim, é possível criar um produto que se destaque e você já terá uma grande vantagem. 

Mas antes de tudo você tem que pensar qual necessidade ou qual desejo ele vai atender, e para isso você tem que definir muito bem o seu público alvo. 

Preço: para definir o preço não basta você fazer a conta de custo de produção, custos com pessoal, processos de venda e divulgação e dividir pela quantidade vendida e aplicar a sua margem de lucro. Fazer isso já não é tão simples, vamos ser sinceros, mas você vai ter que se aplicar mais e pensar como será o posicionamento e a proposta de valor ofertada pelo seu produto na mente do seu potencial cliente. Que valor ele terá para essa pessoa? Ele pode ser maior ou menor, dependendo do posicionamento do seu produto.

Praça: na verdade esse item trata de como você vai fazer a distribuição do seu produto, se você vai ter uma loja física, se vai vender através de distribuidores, se vai atuar diretamente com venda para o mercado B2B ou se vai ter um e-commerce para atender o B2C. São muitas as possibilidades e isso também depende de onde está seu público alvo.

Hoje a “Praça” se tornou global com a internet. Você pode vender seu produto na sua cidade ou até em outro país, mas não se esqueça de estruturar sua logística para isso.

Promoção: esse último “P” é como você vai divulgar seu produto para o mercado — e hoje ahhhh como existem inúmeras possibilidades, on e off line ou mesmo on-life. Você pode usar mídias tradicionais para divulgar e terminar a venda no online.

Mas para fazer uma divulgação eficiente e que te dê retorno de marca e vendas efetivas você novamente tem que estudar sua concorrência. Em quais canais seu concorrente atua? Outro ponto importante, seu produto é sazonal? Quais períodos são mais importantes para você aproveitar as oportunidades de promoção?

Sua marca ou seu produto tem que ter um tom de voz baseado, novamente, no seu público. Um tom despojado, um tom sério, formal, informal. Como seu público se comporta? Pense nisso para definir sua persona.

Persona? O que é persona? É como você vê seu cliente ideal. Qual a idade, qual seus interesses, onde ele está localizado e outros fatores.

Bem, percorremos os 4Ps, mas se acha que acabou, você está errado...

Temos que pensar também no macro e micro ambientes e fazer uma análise SWOT onde você vai analisar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Para isso estude o macro e o micro ambiente.

O macro ambiente são forças que não temos como controlar, como a economia, fenômenos naturais, tecnologia, fatores políticos e outros que você deve levar em consideração e se precaver ou criar uma estratégia para atuar em caso de ameaças e oportunidades.

O micro ambiente é um pouco mais fácil porque são forças próximas a empresa que podem afetar a capacidade de atender o seu cliente, muitos já foram citados como exemplo: seus concorrentes, seus clientes, público alvo, fornecedores. Todos esses fatores devem ser estudados e analisados de tempos em tempos já que todos os ambientes são mutáveis. Assim sua estratégia tem muito mais chance de ser eficiente.

Depois de todas essas análises e estudos, mãos à obra!

Marketing na Era Digital
Iara Teixeira de Espíndola
Iara Teixeira de Espíndola Seguir

Profissional da área de marketing desde 1994, atuei em empresas multinacionais e nacional de grande porte, na indústria, varejo e distribuição. Hoje presto consultoria em marketing e comunicação digital para PME.

Ler conteúdo completo
Indicados para você