[ editar artigo]

10 passos fundamentais para um Plano de Marketing perfeito!

10 passos fundamentais para um Plano de Marketing perfeito!

Toda empresa precisa ter seu produto, seu preço, sua forma de distribuir este produto e, claro, formas de comunicar com os clientes o seu produto. Aqui está uma das essências do Marketing: os 4Ps - produto, preço, praça e promoção.

E toda empresa que sabe o que é Marketing, precisa ter o seu Plano de Marketing. Alguns são maiores, mais rígidos, outros menores, flexíveis, mas se um negócio pretende sobreviver, ele precisa ter sua estratégia, sua tática e sua operação desenhadas em função de um mercado que pretende atender e isso se materializa na forma de um Plano.

Com a chegada do Digital ao Marketing, alguns fatores começaram a ganhar ainda mais força e foram se transformando no que hoje chamamos de KPIs (Key Performance Indicators) e com um marketing cada vez mais data-driven, desde a virada do século, preocupações relacionadas a um ROI (Return Over Investiment) cada vez mais numérico e “controlável” deram aos Planos de Marketing modernos um prazo mais curto e, por outro lado, um foco ainda mais definido, claro, nítido.

Mas a estrutura básica, mesmo atendendo aos objetivos mais digitais e tecnológicos, dentro da realidade da transformação digital que muitas empresas estão passando, não precisa de muitas novidades. Adaptado às novas ferramentas de data-driven marketing e analytics, um bom plano deve ter, sempre, para segurança e clareza de todos os participantes do negócio, o que vou chamar aqui de 10 Elementos Essenciais.

Vamos lá!

1 - Análise SWOT

A ferramenta é antiga e já está há décadas sendo testada e aprovada. Definir com clareza e objetividade quais são as variáveis controláveis e incontroláveis do seu mercado e da sua existência enquanto negócio, deixa tudo mais fácil. Forças e Fraquezas internamente e Oportunidades e Ameaças externamente, quando devidamente relatados e conferidos, de preferência em grupo, estabelecem um panorama seguro para o avanço das ideias e, o que é melhor, do cumprimento das metas que todo bom Plano de Marketing deve ter.

2 - O Cliente

Ao escrever o passo anterior, a análise SWOT, é certo que o mercado e o cliente vão aparecer. Devem aparecer. Mas dedicar um item exclusivo ao seu mercado específico e às características especiais da Persona que pretende atender, faz com que o plano seja construído com pilares mais sólidos.

3 - O ambiente de Negócios

Na análise SWOT e no item anterior, este ambiente aparece. Mas especialmente na análise SWOT, há a tendência de se descrever mais o que é interno do que o externo. Porém, é preciso ter claro, na mente de qualquer gestor de negócios, que toda e qualquer empresa influencia e, mais ainda, é influenciada por fatores como a Economia, a Política, a Tecnologia, a Sociedade, entre outros fatores que estão no mundo fora da empresa, mas que participam ativamente do sucesso ou não das ações de vendas e da própria existência do negócio.

4 - A concorrência

Podemos dizer que agora, com este item, temos os 4 pilares fundamentais de informações básicas que sustentam qualquer negócio. E aqui, quando se fala em concorrência, não é apenas aquela outra empresa que atua no mesmo mercado que pretende ou já atua. Concorrência é um item amplo que analisa inclusive problemas relacionados a fornecimento, produção, distribuição e comunicação com a base de clientes que é sua, em princípio, mas que de modo geral é de todos. A forma como outras empresas atuam na realidade da sua base de clientes afeta seus negócios direta ou indiretamente.

5 - Mix de Marketing

No início deste texto, falamos dos 4 Ps (Produto, Preço, Praça e Promoção) e o agora eles voltam para o seu plano como um item muito especial para que ele seja devidamente relatado em detalhes (não técnicos demais). Tudo precisa ficar claro no seu plano com relação ao que é a base da sua empresa - o que é o seu produto, qual a sua política de preço, como pretende distribuir seu produto para que chegue à vida dos seus clientes e de que forma você vai conversar com o seu mercado.

6 - Objetivos de marketing

Feito o levantamento das informações essenciais do Plano, presentes nos 4 pilares já vistos, entramos na intimidade dos objetivos empresariais. Aqui moram as KPIs, as OKRs (metodologia desenvolvida que se resume aos Objetivos e os Resultados-Chave que se pretende atingir com estes objetivos). Uma fórmula também antiga, mas que ajuda muito no momento de descrever objetivos é a metodologia SMART que quer dizer:

  • Specific (específicos);
  • Measurable (mensuráveis);
  • Attainable (atingíveis);
  • Realistic (realistas);
  • Time-bound (com prazo).

7 - Posicionamento na jornada de compra

Ao longo do curso, vimos alguns modelos de Jornadas de Compra, mas basicamente todas passam por itens que formam um funil, no qual a pessoa se aproxima cada vez mais do momento mágico da relação com sua empresa (a compra e, claro, o pós venda). Os elementos básicos são: aprendizado, reconhecimento, consideração e finalmente a decisão. Ao desenhar uma jornada prévia dos movimentos dos clientes em relação ao seu produto, poderá também ver com mais clareza qual o posicionamento de mercado é o melhor a ser adotado. Posicionar-se em meio a tantos concorrentes e a uma oferta cada vez maior é fundamental para que seu negócio, seu produto e sua marca cheguem ao sucesso pretendido no Plano.

8 - Plano de ação

Aqui, neste item, tudo o que escreveu precisa ser materializado em uma lista. Coloque 3, 5, 10 ações que são necessárias para que o seu negócio e o seu produto decolem. Plano sem ação deixa uma sensação de vazio com relação aos próximos passos. Se as informações e as ideias ainda não estão claras e será necessário revisitar os itens anteriores, coloque como parte da ação os elementos que necessitam desta revisão geral. Mas faça o plano andar, evoluir, ir em frente sempre. 

9 - Controle de investimentos e de resultados

Uma planilha com valores e retornos esperados precisa estar no plano. Ela precisa ser revisada com frequências e a cada novo passo.

10 - Cronograma e responsáveis

Por fim, definir datas e papéis de todos os envolvidos no Plano de Marketing é uma forma de fechar um ciclo produtivo e dar ao documento a vida que ele merece - e o seu negócio também. Construir um plano compartilhado, em equipe, é cada vez mais necessário. Com o online ditando cada vez mais as regras de negócio, ferramentas e métodos ágeis podem e muito ajudar seu negócio a prosperar com um bom alicerce.

Afinal, Planos de Marketing são para isso - para empresa irem em frente e alcançarem o sucesso.

Marketing na Era Digital
Alessandro Paveloski
Alessandro Paveloski Seguir

Web Analytics @ InCuca | Insider @ Marketing na Era Digital | Digital Marketing Specialist @ Udacity | Mestre em Comunicação @ Unesp | Especialista em Marketing @ FGV | Jornalista @ Unesp | Lifelong Learner @ Vida

Ler conteúdo completo
Indicados para você