[ editar artigo]

As razões e a importância do e-mail marketing como ferramenta básica, mas de futuro.

As razões e a importância do e-mail marketing como ferramenta básica, mas de futuro.

 

O e-mail é um correio eletrônico direto e um recurso indispensável. Segundo a história do e-mail marketing tudo começou em 1978, quando Gary Thuerk, gerente de marketing da Digital Equipment Corp, enviou 400 e-mails promocionais com o intuito de vender um novo modelo de computador da empresa. A ação foi conhecida como o primeiro e-mail marketing da história e resultou em R$13 milhões de dólares em vendas.

Mas até aí, nem todos tinham o seu próprio endereço de e-mail, apenas em 1990 é que as pessoas passaram a ter acesso através da assinatura de um provedor. Em 1996 com o lançamento do Hotmail, primeiro e-mail gratuito, o acesso finalmente foi democratizado, daí em diante, qualquer pessoa poderia ter uma conta e interagir com amigos e empresas.

De acordo com um levantamento feito pela Statista, existem 3,7 bilhões de usuários de e-mail no mundo todo e a previsão é que esse número suba para 4,3 bilhões até 2022 e  segundo o E-mail Marketing Trends 2018, 97,6% dos entrevistados têm endereço eletrônico pessoal e 95,9% conferem a caixa de entrada todos os dias. 

Os números mostram o quanto o e-mail é poderoso, e ele pode e deve ser muito bem aproveitado pelo marketing. Uma ferramenta a ser planejada e personalizada através da segmentação, permitindo que ela seja um instrumento de interesse e faça parte do hábito do recebimento e consulta do seu público. O planejamento para a recorrência do envio de qualquer  e-mail marketing, seja no formato de um comunicado, newsletter semanal, cursos ou um boletim diário, requer uma preparação com conteúdos relevantes, palavras chaves e o cuidado analítico para que elas não passem a ser consideradas um SPAM pelo fato de ter frases ou palavras que indiquem que o seu material é algo irrelevante ou promocional, por exemplo. E como saber se o seu e-mail marketing está sendo recebido pelo cliente e o conteúdo absorvido?

Após ter segmentado a sua lista de e-mails, e ter a garantia de que está trabalhando com uma boa ferramenta de disparo, seja via CRM da sua empresa ou através da contratação de uma plataforma terceirizada, trabalhar a arte do e-mail marketing em um template leve, com a linguagem de comunicação da empresa ou da campanha, em html, sem a sobrecarga de imagens chamadas e linhas finas atrativas (evitando palavras clichês ou dignas de SPAM)  junto a um conteúdo de base, curto, objetivo e que leve através de links que direcionam o tráfego para um conteúdo ainda mais completo no seu site, one page ou FTP da empresa é o caminho mais assertivo para o sucesso. 

Realizar testes A/B onde você envia duas versões do seu e-mail para uma pequena amostra da sua base de contatos, a fim de verificar através dos relatórios, qual obteve  o melhor desempenho nos cliques ou clique nos links, ou o melhor dia e horários para envio é uma oportunidade para redirecionar e ter mais retorno para o seu e-mail marketing. Além disso, ainda é possível e devemos acompanhar os resultados através da análise de cada envio como por exemplo: quantidade de e-mails entregues; endereços inválidos; e-mails abertos; e-mails marcados como spam; descadastros; links clicados; taxa de conversão etc.

Muitas pessoas criticam o envio e o recebimento de um e-mail marketing, pois já tiveram experiências muito negativas com o recebimento de uma enxurrada de comunicação promocional, mas de acordo com uma pesquisa realizada pela Direct Marketing Association, em parceria com a Demand Metric, concluiu que o e-mail tem ROI médio de 122%. Isso significa que o retorno sobre investimento é cerca de quatro vezes maior que outras ferramentas de marketing como as redes sociais.

Desta forma, a responsabilidade e o compromisso para a segmentação do público, a elaboração de conteúdos que engajem, tragam informação educativa, criem relacionamento, fidelizem clientes e a utilização da automatização para o devido disparo, controle e análise de resultados, através da IA - inteligência artificial ou a gamificação que permite que o consumidor interaja, participe e tenha uma experiência diferenciada com aquele conteúdo de forma dinâmica, é o caminho de sucesso e sem volta!

Marketing na Era Digital
Rejane Ferreira de Oliveira Dias
Rejane Ferreira de Oliveira Dias Seguir

Rejane Dias é uma pessoa determinada que respira ética, gosta de gente e de tratar o próximo com respeito. De forma humanizada, busco fazer o melhor em tudo que proponho, pois creio que a realização de algo deva ser para o bem e para todos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você