[ editar artigo]

Empoderamento do Consumidor

Empoderamento do Consumidor

Na perspectiva histórica do Varejo já tivemos o balcão com todos os holofotes virados para ele, onde o cliente fazia os pedidos e era atendido por um vendedor (Varejo 1.0). Depois veio o autosserviço, onde o cliente independentemente se servia, e no final passava por um caixa para computar e enfim pagar suas compras (Varejo 2.0). Em tempos recentes vimos o E-commerce explodir. As compras online alcançaram o seu ápice na pandemia e fizeram com que empresas precisassem se adequar rapidamente para não sucumbirem (Varejo 3.0).

Contudo, nenhuma dessas modalidades apresentadas acima deixaram de existir. Um novo modelo de compra surgiu e as empresas precisaram se adequar novamente para trabalhar com o Varejo 4.0 que coloca em foco o conceito de Omnichannel. o consumidor satisfaz suas necessidades onde e quando desejar, no momento mais confortável para ele, não havendo restrições de local, horário ou meio. Esse conceito mostra o empoderamento do consumidor que, atualmente, está no centro da cena e quer ser Phygital – Físico e Digital. Para ele não existe diferença entre os mundos online e offline.

O ser humano está cada vez mais tecnológico e o uso da tecnologia abre novas perspectivas, principalmente no setor do comércio. Enquanto que no Varejo 3.0 o E-commerce concorria com as lojas físicas da mesma marca, no Omnichannel o consumidor define se quer realizar sua compra de forma online ou da forma tradicional, se vai querer retirar em loja diferente da compra ou se prefere receber em casa. O comércio acontece independentemente do canal, pois há ali uma importante integração de sistemas, promovendo uma convergência dos pontos de contato em prol da experiência de compra do consumidor.

Marketing na Era Digital
Ler conteúdo completo
Indicados para você