[ editar artigo]

Lições para seu E-MAIL MARKETING não virar SPAM

Lições para seu E-MAIL MARKETING não virar SPAM

O e-mail marketing segue sendo uma ferramenta relevante para empresas se comunicarem com leads e clientes e um canal eficaz quando bem utilizado em estratégias de conteúdo e relacionamento.

Com ele é possível segmentar e automatizar envios para cada etapa de inbound marketing, personalizar mensagens e mensurar resultados de forma rápida (quem abriu, clicou nos links anexos, etc).

Além disso, trata-se de um canal próprio, ou seja, sua audiência (base de cadastros) pertence a sua empresa, diferente do que acontece nas plataformas de redes sociais.

Porém, para que o contato via e-mail seja positivo, e não considerado invasivo ou irrelevante e correr riscos de ser bloqueado ou marcado como SPAM, o início desse relacionamento deve acontecer a partir de um interesse prévio do cliente.

Infelizmente, muitas vezes, apenas essas regras de boas práticas ainda não servem para desencorajar empresas a usarem cadastros antigos, comprados ou de parceiros comerciais. A Lei Geral de Proteção de Dados, que fala, entre outras coisas, da necessidade do consentimento para envios de e-mail marketing, sujeito a penalidades e multas, deve colocar um fim a essa prática.

Para alcançar bons resultados com essa ferramenta, seja relevante e transparente; deixe claro o benefício que será entregue, ofereça uma opção de cancelamento de cadastro fácil de acessar e informe quais dados são armazenados para uso da empresa.

 

-

imagem: freepik.com/rawpixel-com

Marketing na Era Digital
Daniela Bianchini Mattos
Daniela Bianchini Mattos Seguir

Design, Branding e Marketing. | Ajudo criativos, marcas e empresas a colocarem no mercado produtos, serviços e mensagens que engajam, entregam valor para seus clientes e usuários e colaboram para atingir seus objetivos de negócio.

Ler conteúdo completo
Indicados para você